Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 sobe puxado pela EDP


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Frankfurt e Paris subiram 0,05% E 0,06%, respectivamente, enquanto Madrid ficou inalterada e Londres deslizou 0,05%, com os investidores mantendo-se na expectativa quanto ao desfecho das negociações nos EUA para o próximo orçamento, num dia em que foi anunciado o acordo de compra da NYSE Euronext pela IntercontinentalExchange.

Na NSYE Euronext Lisbon, o PSI 20 subiu 0,27% para 5.746,47 pontos, com oito títulos positivos, 10 negativos e um inalterado, o BES, que fechou a cotar a 0,91 euros. Ainda no sector financeiro, o BPI avançou 4,0% para 0,989 euros, enquanto o BCP recuou 2,53% para 0,077 euros e o ESFG caiu 1,59% para 0,619 euros.

Entre as energéticas, a EDP Renováveis terminou o dia em queda de 0,96% para 4,137 euros, a REN a recuar 0,64% para 2,027 euros, tendo a EDP progredido 2,75% para 2,352 euros, dando um dos maiores contributos para a subida do PSI 20, e a Galp Energia somado 0,17% para 11,875 euros.

Entre as valorizações destaque ainda para a Mota-Engil, que encerrou em alta de 5,8% para 1,55 euros, liderando os ganhos na sessão.

Para os títulos da área de tecnologia e media, o dia foi negativo, com Zon Multimédia a descer 0,3% para 2,971 euros, Sonaecom a perder 1,66% ºara 1,542 euros e Portugal Telecom a desvalorizar 0,91% para 3,819 euros.

Em queda fechou também a Jerónimo Martins, com uma descida de 0,3% para 14,855 euros.

O Mais Lido