Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 regressa aos ganhos puxado por Galp e PT


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, as valorizações oscilaram entre 0,15% de Frankfurt e 1,74% de Madrid, com os investidores optimistas que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, conseguirá chegar a acordo com o Congresso, relativamente ao próximo Orçamento.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 subiu 0,71% opara 5.260, 22 pontos, com seis títulos negativos e 14 em alta.

Entre as acções que mais contribuíram para este desempenho esteve a Galp Energia, que progrediu 1,95% para 11,75 euros, num dia em que, entre as restantes energéticas, a EDP e a Renováveis avançaram 0,68% e 1,22%, respectivamente, para 1,93 euros e 3,745 euros, tendo a REN caído 0,2% para 1,98 euros.

A travar uma maior valorização do índice esteve a Jerónimo Martins, com uma queda de 0,83% para 14,38 euros.

Na área de tecnologia e telecomunicações, a Zon Multimédia fechou em queda de 0,76% para 2,62 euros, enquanto a Sonaecom subiu 0,28% para 1,444 euros e a Portugal Telecom somou 1,63% para 3,62 euros, com um dos maiores contributos para a subida do PSI 20.

O dia foi positivo para o sector financeiro,  tendo o BPI ganho 0,13% para 0,801 euros, o Banif progredido 0,78% para 0,129 euros, o BCP avançado 2,94% para 0,07 euros, o BES valorizado 0,77% para 0,783 euros e o ESFG encerrado em alta de 0,47% para 5,295 euros.

O Mais Lido