Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 perde 1,8% com banca em forte queda


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, as desvalorizações oscilaram entre 0,18% de Londres e 1,15% de Frankfurt, com a banca a ser o sector mais penalizado, com receios sobre o futuro da governação em Itália perante a possibilidade de não haver coligação.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 caiu 1,84% para 5.823,06 pontos, com 17 títulos negativos e apenas três positivos, concretamente, a Semapa e a Portucel, que avançaram 0,21% e 0,29%, respectivamente, para 7,26 euros e 2,737 euros; e a Jerónimo Martins, que valorizou 1% para 15,165 euros, travando uma maior queda do índice.

Entre as desvalorizações mais acentuadas, e em sintonia com o exterior, esteve o sector da banca, tendo o BPI descido 3,94% para 0,999 euros, o BCP recuado 4,95% para 0,096 euros, o BES deslizado 7,21% para 0,785 euros e o Banif perdido 2,42% para 0,121 euros.

Para as energéticas, o dia foi também negativo, tendo a EDP terminado a sessão a perder 0,81% para 2,44 euros, a EDP Renováveis a cair 4,02% para 3,82 euros, a Galp Energia a recuar 0,16% para 12,14 euros e a REN a descer 1,45% para 2,247 euros.

Também os títulos da área de telecomunicações fecharam todos no ‘vermelho’, com a Portugal Telecom a encerrar com uma desvalorização de 1,54% para 3,834 euros, e a Sonaecom e a Zon com perdas de 1,86% e 2,4%, respectivamente, para 1,634 euros e 3,216 euros.

O Mais Lido