Tags: Negócio |

PSI-20 mantém crescimento


O principal índice bolsista nacional – o PSI-20 – voltou a crescer. Segundo os dados publicados pela CMVM, o PSI-20 fechou o mês de abril nos 5.033,66 pontos. O valor registado representa, assim, um crescimento de 0,5% face ao mês passado, altura em que registou a maior subida desde outubro de 2015. Por outro lado, a volatilidade do índice mantém a tendência de descida, tendo-se fixado nos 12%, “abaixo dos 13,42% fixados em março”, destaca a entidade.

Este bom momento observa-se também na capitalização de mercado dos segmentos acionista e obrigacionista da Euronext, que registaram um crescimento positivo no mês de abril. “O segmento acionista cresceu 3,1%, para 148.041,2 milhões de euros e o segmento obrigacionista aumentou 4,0%, para 118.915,7 milhões de euros”, revela a publicação.

Por outro lado, tanto no mercado secundário como na Euronext Lisbon foram registadas quedas no volume de transações. No primeiro ascendeu a 1.902,0 milhões de euros, uma descida de 21,7% face a março; sendo que no segundo o volume de transações se fixou nos 1.826,6 milhões de euros, menos 20,4% em relação ao mês anterior. Apesar disso, a capitalização bolsista da Euronext Lisbon cresceu no mês de abril, ascendendo a 270.282,4 milhões de euros, mais 3,5% do que no mês anterior.

Transações sobre Bilhetes do Tesouro e Obrigações do Tesouro em sentidos opostos

No MTS Portugal registaram-se movimentos opostos, com as transações sobre Obrigações do Tesouro a crescerem 26,3% e as transações sobre Bilhetes do Tesouro a decrescerem 31,8%. O volume transacionado sobre títulos de dívida totalizou 6.859,0 milhões de euros em abril, o que representa uma queda de 10,4% face ao mês anterior.

Notícias relacionadas