Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 inicia semana em terreno negativo


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, as desvalorizações oscilaram entre 1,58% de Londres e 3,77% de Madrid, num dia em que as incertezas políticas em Espanha e Itália pressionaram os mercados, com os títulos do sector financeiro, entre os quais Santander e  Unicredit, entre que acumularam quedas mais significativas.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 caiu 1,89% para 6.136,40 pontos, com 18 títulos em queda, um positivo, a Jerónimo Martins, que fechou a ganhar 2,07% para 16,05 euros limitando uma queda mais acentuada do índice, e um também inalterado, o Banif, que fechou a cotar a 0,14 euros.

Ainda no sector financeiro, e acompanhando a tendência negativa do exterior, o BPI recuou 2,19% para 1,25 euros, o BCP desceu 4,81% para 0,099 euros, o BES perdeu 4,72% para 1,029 euros e o ESFG deslizou 2,75% para 5,3 euros.

Entre as energéticas, a EDP terminou o dia a perder 1,5% para 2,365 euros, a Renováveis em queda de 3,74% para 3,86 euros, a Galp Energia a cair 0,66% para 12 euros e a REN a desvalorizar 2,37% para 2,309 euros.

Na área de tecnologia e telecomunicações, a Portugal Telecom encerrou com uma perda de 4,73% para 4,085 euros, enquanto Zon Multimédia e Sonaecom concluíram a primeira sessão da semana a desvalorizar 2,14% e 2,21%, respectivamente, para 3,203 euros e 1,46 euros.