Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 inicia semana a subir 1,79%


Entre as congéneres da bolsa portuguesa, as valorizações oscilaram entre 0,49% de Londres e 1,81% de Madrid, com o “enquadramento externo marcado pela apresentação formal do novo governo italiano e por leilões de dívida italiana a 5 e 10 anos bem sucedidos”, refere Ricardo Almeida, da Patris Gestão de Activos. A a taxa para a emissão a 10 anos, acrescenta, ficou “no valor mais baixo desde Outubro de 2010”, o que teve um “impacto positivo no desempenho em mercado secundário da dívida soberana de Espanha e de Portugal”.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 subiu 1,79% para 6.262.02 pontos, com 19 títulos positivos e um negativo, a Cofina, que fechou a recuar 1,4% para 0,493 euros.

“O PSI20 continua a recuperação forte desde meados de Abril, fechando a menos de 2% do máximo de 2013. A subida foi bastante participada, sendo de destacar a EDP que repetiu o preço de fecho mais elevado desde Setembro de 2008 conseguido na passada quinta-feira”, salienta Ricardo Almeida, ao fechar a cotar a 2,62 euros, com uma subida de 1,95%.

Ainda no sector energético destaca a Galp Energia, cujos resultados divulgados de manhã foram “bem recebidos” e que valorizou 1,75% para 12,24 euros; a EDP Renováveis somou 3,25% para 3,975 euros e a REN a avançou 1,14% para 2,298 euros.

O dia foi também positivo para a banca, com BPI a valorizar 4,27% para 1,099 euros, BCP a progredir 1,96% para 0,104 euros, BES a avançar 3,21% para 0,867 euros e Banif a fechar em alta de 0,84% para 0,12 euros.

Na área de telecomunicações, a Portugal Telecom terminou o dia com uma subida de 1,96% para 3,997 euros, enquanto Sonaecom e Zon Multimédia progrediram 1,08% e 0,89%, respectivamente, para 1,774 euros e 3,413 euros.

A Jerónimo Martins teve também uma sessão positiva, subindo 0,11% para 18,055 euros.