Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 fecha em queda pelo terceiro dia


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Madrid foi a excepção ao recuar 0,35%, tendo Frankfurt valorizado 0,55%, Paris 0,37% e Londres 0,06%, com os investidores preocupados com a evolução das negociações nos Estados Unidos, entre Democratas e Republicanos, para evitar o ‘fiscal cliff’.

O PSI 20 fechou a perder 0,47% para 5.223,0 pontos, com cinco títulos positivos, 14 negativos e um inalterado, a Mota Engil, que terminou o dia a cotar a 1,358 euros.

No sector financeiro, o BPI perdeu 0,25% para 0,8 euros, o BCP desceu 1,45% para 0,068 euros, o Banif caiu 1,54% para 0,128 euros e o ESFG deslizou 0,53% para 5,27 euros, tendo o BES contrariado a tendência e somado 0,26% para 0,777 euros, no dia em que anunciou o lançamento de uma emissão de obrigações permutáveis, indexadas às acções do Bradesco, no valor de 400 milhões de dólares.

Entre as energéticas, a Galp Energia foi a única a fechar em alta, com uma subida de 0,22% para 11,525 euros, enquanto a EDP encerrou a sessão em queda de 0,26% para 1,917 euros, a EDP Renováveis a perder 2,22% para 3,7 euros e a REN a deslizar 0,25% para 1,984 euros.

Para os títulos de tecnologia e telecomunicações o dia foi negativo, com Portugal Telecom, Sonaecom e Zon a perder 0,25%, 0,14% e 0,15%, respectivamente, para 3,562 euros, 1,44 euros e 2,64 euros, respectivamente.

A Cofina, que tinha acumulado fortes ganhos nas últimas sessões, corrigiu hoje em baixa, terminando com uma desvalorização de 5,18% para 0,622 euros.

O Mais Lido