Tags: Negócio |

PSI-20 cresce pelo quarto mês consecutivo


Segundo a mais recente publicação da CMVM relativa aos indicadores mensais do mercado de capitais português, o principal índice bolsista nacional cresceu pelo quarto mês consecutivo. No mês de maio, o PSI-20 cresceu 5,1% face ao mês passado, encerrando o mês nos 5.289,98 pontos. Face ao período homólogo de 2016, cresceu 6,7%. Por sua vez, a volatilidade moveu-se em sentido oposto ao registado o mês passado, fixando-se nos 13,75%, acima dos 12% registados em abril.

Apesar do bom momento que o principal índice bolsista nacional atravessa, o segmento acionista registou uma queda de 0,4% face ao mês passado, ascendendo a 147 376 milhões de euros. Já o segmento obrigacionista obteve um crescimento de 3%, fixando-se nos 1.22520,8 milhões de euros.

Relativamente ao MTS Portugal, este recuperou da queda registada o mês passado. Assim, no mês de maio o crescimento foi de 20,8% face a abril, com um volume transacionado sobre títulos de dívida de 8.288,5 milhões de euros. Do lado dos Bilhetes do Tesouro o volume transacionado foi de 4.955,5 milhões de euros, o que representa um crescimento de 51,7% face a abril. No lado oposto ficaram as transações sobre Obrigações do Tesouro, que caíram 7,6% para 3 293 milhões de euros.

Mercado secundário e Euronext Lisbon voltam a registar quedas

À semelhança do mês anterior, o mercado secundário e a Euronext Lisbon registaram uma queda no valor das transações efetuadas. Do lado do primeiro, “o valor das transações totalizou 2.612, 3 milhões de euros, menos 289,7 milhões (10%) que no mês anterior”, revela a publicação. No que diz respeito ao segundo, a queda foi de 11,5% face ao mês de abril, com o volume de transações a ficar-se pelos 2 500, 3 milhões de euros, menos 326,3 milhões de euros que o mês anterior.

Notícias relacionadas

O Mais Lido