Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 começa semana em queda


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, as descidas oscilaram entre 0,33% de Madrid e 0,64% de Londres, com o “enquadramento externo marcado pela queda violenta do preço dos metais preciosos (ouro e prata)”, refere Ricardo Almeida, da Patris Gestão de Activos, destacando ainda “a apresentação de resultados do Citigroup nos Estados Unidos, com um desempenho durante o primeiro trimestre bastante sólido” assim como “a oferta de compra da Sprint feita pela Dish Network, num valor aproximado de 25 biliões de dólares”. Referência ainda para o crescimento abaixo do esperado da economia chinesa.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 recuou 0,74% para 5.878,99 pontos, com 12 títulos negativos, seis positivos e dois inalterados, concretamente a Sonae SGPS e a Novabase, que encerraram a cotar a 0,698 euros e 2,758 euros, respectivamente.

Entre a maiores quedas do dia esteve o sector bancário, com BPI a recuar 2,6% para 1,013 euros, BES a deslizar 3,85% para 0,774 euros , BCP a perder 1,08% para 0,092 euros e Banif em queda de 1,69% para 0,116 euros.

A Jerónimo Martins terminou também o dia no ‘vermelho’, a perder ligeiros 0,09% para 16,34 euros.

Nas energéticas, a Galp Energia fechou a desvalorizar 1,91% para 11,8 euros, a EDP Renováveis a perder 0,4% para 3,77 euros, a REN a cair 0,45% para 2,21 euros, tendo a EDP contrariado a tendência e encerrado em alta de 0,81% para 2,49 euros, ajudando a limitar uma maior queda do índice.

Para a área de telecomunicações, o dia foi positivo, com Zon Multimédia a avançar 0,37% para 3,249 euros, Sonaecom a progredir 0,12% para 1,68 euros e Portugal Telecom a valorizar ligeiros 0,02% para 4,031 euros.

O Mais Lido

Próximos eventos