Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 cai pressionado por “pesos pesados”


Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Madrid contrariou a tendência ao recuar ligeiros 0,02%, enquanto Londres somou 0,53%, Frankfurt progrediu 0,69% e Paris avançou 0,37%. "O dia foi marcado fundamentalmente pelas declarações do presidente da Reserva Federal norte-americana, que afirmou que a retirada das medidas de estímulo à economia poderia comprometer a recuperação dos EUA. Este depoimento trouxe algum sentimento positivo aos mercados tanto na Europa como nos EUA", destaca José Barroso, da Popular Gestão de Activos.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 caiu 0,14% para 6.041,82 pontos, com nove títulos positivos, oito negativos e três inalterados, concretamente, Sonae Indústria, Novabase e Banif, que fecharam a cotar a 0,53 euros, 2,889 euros e 0,112 euros, respectivamente.

Ainda no sector bancário, o BPI progrediu 0,55% para 1,095 euros, o BCP valorizou 0,95% para 0,106 euros e o BES somou 0,37% para 0,806 euros.

Na área de telecomunicações, a Zon Multimédia foi excepção ao ganhar 2,1% para 3,456 euros, enquanto a Sonaecom desceu 0,53% para 1,69 euros e a Portugal Telecom recuou 0,7% para 3,525 euros.

Em terreno negativo fechou também a Jerónimo Martins, com uma queda de 0,35% para 17,03 euros.

Entre as energéticas, a EDP desceu 0,28% para 2,459 euros, a Galp Energia recuou 0,64% para 12,33 euros, a REN encerrou a cotar a 2,24 euros no dia em que negociou em ex-dividendo, com um descida de 5,68% (sem desconto de dividendo teria subido 1,59%). A EDP Renováveis fechou em alta de 0,55% para 4,22 euros.

O Mais Lido