Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 cai pressionado por Galp e Jerónimo Martins


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Madrid fechou em queda de 0,34%, o que compara com as valorizações de Frankfurt (+0,20%), Londres (+0,71%) e Paris (+0,13%), depois de nos Estados Unidos ter sido conhecido que os preços das casas aumentaram ao ritmo mais elevado em três anos e a GfK estima que a confiança dos consumidores alemães aumente em Fevereiro.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 recuou 0,05% para 6.279,53 pontos, com 13 títulos negativos e sete positivos.

No sector financeiro, o BCP perdeu 2,68% para 0,109 euros, o BES recuou 0,27% para 1,1 euros, o Banif deslizou 2,1% para 0,14 euros, tendo o BPI fechado em alta de 0,23% para 1,294 euros e o ESFG progredido 1,99% para 5,65 euros.

Entre as energéticas, a EDP somou 0,82% para 2,35 euros, enquanto a Renováveis desvalorizou 1,22% para 4,22 euros, a REN caiu 1,21% para 2,289 euros e a Galp Energia perdeu 0,9% para 12,17 euros, estando entre os títulos que mais pressionaram o índice. O mesmo aconteceu com a Jerónimo Martins, que encerrou em queda de 0,53% para 15,925 euros.

Na área de tecnologia e telecomunicações, a Zon Multimédia encerrou a deslizar 0,7% para 3,132 euros, em contraciclo com Sonaecom e Portugal, que valorizaram 0,68% e 1,91%, respectivamente, para 1,485 euros e 4,26 euros, tendo a subida da empresa liderada por Zeinal Bava ajudado a travar uma queda mais acentuada do PSI 20.