Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 acompanha tendência negativa da Europa


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Madrid foi excepção, ao avançar 0,29%, enquanto Frankfurt, Paris e Londres fecharam em queda, com descidas inferiores a 1%, pressionadas por receios sobre a política orçamental dos EUA e com a Zona Euro a voltar a entrar em recessão, a segunda em quatro anos.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 fechou a desvalorizar 1,14% para 5,238,14 pontos, com cinco títulos positivos e 15 negativos. Entre as quedas mais acentuadas esteve o sector financeiro, com BPI a perder 2,21% para 0,795 euros, BCP a recuar 2,86% para 0,068 euros, BES a descer 1,65% para 0,776 euros e ESFG a deslizar 0,73% para 5,3 euros, enquanto o Banif contrariou a tendência e fechou com um ganho de 1,47% para 0,138 euros.

Entre os acções de tecnologia e telecomunicações houve duas subidas, tendo Zon Multimédia e Sonaecom encerrado em alta de 0,19% e 1,09%, respectivamente, para 2,57 euros e 1,395 euros; a Portugal Telecom desvalorizou 0,32% para 3,722 euros.

A Jerónimo Martins viveu também uma sessão negativa, ao perder 0,76% para 13,65 euros.

No sector energético, a EDP terminou o dia em queda de 0,66% para 1,946 euros, a Renováveis a descer 1,56% para 3,728 euros, e a Galp Energia a recuar 0,21% para 11,985 euros, enquanto a REN valorizou 0,35% para 1,996 euros.

O Mais Lido