Produção de seguros vida não ligados PPR decresce mais de 80%


Foi uma queda expressiva a protagonizada pela produção de seguro direto do ramo Vida nos primeiros seis meses do ano. Os dados recentes da ASF (Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões) demonstram que no primeiro semestre de 2020 a produção de seguro direto do ramo Vida decresceu 50%, tendo sido relevante, para este decréscimo, “a diminuição verificada nos seguros de vida não ligados, em particular nos PPR (-80,1%), tendo estes diminuído o seu peso na carteira de 42,2% para 16,8%”.

Como visível na tabela abaixo abaixo, os produtos vida não ligados PPR terminaram junho nos 319 milhões de euros, bem longe dos 1.606 milhões de euros de um ano antes.

Nos produtos vida ligados PPR a produção também diminuiu, embora em menor medida, situando-se o seu valor em 145,9 milhões de euros no final de junho. Em sentido contrário esteve a produção de seguros vida ligados excluindo PPR, categoria que cresceu comparativamente com um ano antes. No termino do semestre situava-se nos 522,8 milhões de euros, mais 63 milhões do que um ano antes.

Captura_de_ecra__2020-08-26__a_s_16

Fonte: ASF, 1.º semestre

 

Notícias relacionadas

O Mais Lido