Private equity com menos operações em 2016, mas mais dinheiro movimentado


Embora no acumulado de 2016, o número de operações envolvendo empresas de private equity tenha decrescido face ao mesmo período do ano passado, o volume total movimentado registou um aumento de 601,02% face ao mesmo período de 2015, revela a TTR no seu último relatório. No acumulado de 2016 registaram-se 28 transações no mercado português, sendo que 11 operações envolveram empresas estrangeiras. Deste total de 28 transações apenas 10 tiveram o seu valor divulgado, movimentando um total de 1,93 mil milhões de euros.

A este nível importa destacar que os subsectores de maior interesse para as empresas de private equities são o vidro, cerâmica, plásticos e madeiras, energia elétrica, saúde, higiene e estética. 

No âmbito do venture capital, entre janeiro e setembro de 2016 foram 23 as transações envolvendo empresas desta área, o que se traduziu numa redução de 20,69% relativamente ao mesmo período do ano passado. Dessas referidas, apenas 16 tiveram o seu valor divulgado, movimentando 78,52 mil milhões de euros, o que representa um incremento de 379,07% em relação ao mesmo período de 2015. A este nível o subsector de maior interesse é o da tecnologia, seguido da internet e electrónica, respectivamente.

No que diz respeito ao mercado de fusões e aquisições, a TTR dá conta de um maior “aquecimento” desta área, que se traduziu num total de 208 transações entre janeiro e setembro de 2016, mais 13,66% do que no mesmo período do ano passado. Neste período foram movimentados 7,42 mil milhões de euros (correspondentes a 88 operações divulgadas). No terceiro trimestre foram registadas 79 transações, o que representa um amento de 33,90% em relação ao período homólogo de 2015. Já em relação ao valor total movimentado tendo em conta apenas as operações com valor divulgado - 1,76 mil milhões de euros - esse valor representa uma queda de 70,24% em relação ao mesmo período do ano passado.

Panorama de 2016, e do terceiro trimestre do ano 

ttr 2016

Fonte: TTR

Entre janeiro e setembro os subsetores mais ativos do mercado português foram o imobiliário, financeiro e seguros, tecnologia e distribuição e retalho, respetivamente. Em relação ao mesmo período do ano passado, todos os subsectores registaram um crescimento, em especial, o subsector da distribuição e retalho que registou o maior aumento: 55,56%.

Compra de 51% da Marfresco em destaque

Contando com a assessoria jurídica da Cuatrecasas, Gonçalves Pereira, a transação destacada do trimestre pela TTR foi a aquisição de 51% da Marfresco (empresa de inportação e exportação de congelados e mariscos) por parte da China National Fisheries, operação que se cifrou em 5,06 milhões de euros, segundo o que revela a TTR. 

Notícias relacionadas