Tags: Negócio |

Preço das casas em Portugal subiu 5,6% no final de 2016


O preço das casas em Portugal voltou a subir no final do ano passado. É o que revela o Índice de Preços Residenciais da Confidencial Imobiliário. Espera-se que a pressão de subida de preços se mantenha.

Verificou-se uma valorização homóloga de 5,6% em dezembro. Há, ainda assim, um ligeiro abrandamento. No 3º trimestre, o Índice de Preços Residenciais da Confidencial Imobiliário tinha apresentado uma variação trimestral de 2,4%. No mesmo período, os preços de mercado tiveram um aumento homólogo de 7,5%, o mais elevado dos últimos 15 anos. Os novos dados, relativos ao 4º trimestre, mostram uma subida trimestral “mais contida” de 1,0%.

Preços sobem há 18 meses

"O índice de preços da Confidencial Imobiliário é calculado com base em vendas efetivas, traduzindo a realidade do mercado. E os resultados mostram que o crescimento dos preços se mantém robusto, sendo uma tendência já consolidada. Os preços sobem de forma quase ininterrupta há 18 meses, refletindo o aumento da procura", explica Ricardo Guimarães, diretor da Confidencial Imobiliária.

Os inquiridos no mais recente inquérito mensal produzido pela Confidencial Imobiliário e pelo RICS – o Portuguese Housing Market Survey, de janeiro -, já apontavam para um aumento de cerca de 4% no preço das casas nos próximos 12 meses, o patamar estimado para 2016. O mesmo documento mostra ainda que a dinâmica da procura continua a superar a entrada de casas em oferta. A pressão de subida do preço das casas deverá, então, manter-se.

O Mais Lido