Tags: Obrigações | Ações |

Poupar para a reforma através de entregas programadas


No actual enquadramento macroeconómico, caracterizado por políticas muito duras de contenção da despesa pública, uma das medidas para a sustentação das finanças públicas no longo prazo passa pela reforma dos sistemas de pensões.

Como resultados dessa reforma temos:

• Incentivos ao adiamento da reforma, através das penalizações às antecipações;

• Perspectivas de aumento da idade da reforma;

• Introdução de ajustamentos automáticos tendo em conta a evolução da esperança média de vida na idade da reforma;

• Incentivo ao adiamento da reforma/penalizações sobre antecipações;

• Alterações da fórmula de calculo de benefício; limites impostos às pensões de benefício definido e revalorização do benefício pela existência de novos mecanismos de actualização periódica.   

O aumento da esperança média de vida, bem como a diminuição drástica de rendimentos aquando da reforma, obrigam necessariamente  à criação de um complemento de reforma por iniciativa própria. Qual a solução, na óptica do Barclays Wealth & Investment Management, para atenuar o esforço financeiro do aforrador? A melhor forma de o fazer é iniciar um Plano de Poupanças Programadas.

Poupanças Programadas associadas aos produtos 'Life Path'

Estes produtos poupança reforma foram desenvolvidos tendo em conta que a atitude das pessoas face ao risco bem como o seu horizonte temporal de investimento evolui ao longo da sua vida”.

Tratam-se de fundos de investimento dinâmicos, cuja alocação do seu património entre as várias classes de activos (acções, obrigações, imobiliário, 'cash') se ajusta automaticamente em função da aproximação da idade da reforma pré-definida. 

Diminuir o esforço financeiro, criar disciplina financeira, diminuir o risco de entrada nos mercados financeiros” são as vantagens de possuir um plano de poupanças programado, segundo um estudo que realizámos a fim de mostrar que não só se deve iniciar cada vez mais cedo a poupança para a reforma, como ir poupando uma determinada quantia todos os meses torna-se mais rentável, devido ao efeito capitalização e à diversificação do risco de momento de entrada no mercado.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido