Portugal, Espanha e Itália com peso de 71% na dívida pública detida pelos FIM


O valor investido pelos fundos de investimento mobiliário (FIM) em dívida pública de Portugal, Espanha e Itália representava, no final de Fevereiro, 71,6% do total aplicado neste activo.

De acordo com os dados mensais divulgados pela CMVM, os FIM tinham em dívida pública 1.071,2 milhões de euros, sendo os três maiores investimentos em Portugal (432,9 milhões de euros), Espanha (213,3 milhões) e Itália (129,3 milhões). Em termos acumulados, em dívida pública destes três países do sul da Europa estão investidos 766,5 milhões de euros, o que corresponde a 71,6% do global.

Em quarto lugar, entre as maiores posições, está a Alemanha, com 112,1 milhões de euros aplicados pelos FIM.

Comparativamente com o mesmo mês do ano passado, o incremento nos montantes de Portugal e Espanha é evidente; em Fevereiro de 2012, a dívida pública portuguesa ocupava na mesma o primeiro lugar, entre os 10 maiores investimentos, com 264,1 milhões de euros, enquanto Espanha estava no terceiro lugar com 140,8 milhões de euros.  Na dívida italiana o investimento era idêntico (136,7 milhões de euros), enquanto na da Alemanha houve um decréscimo, quase para metade, ja que em Fevereiro de 2012 encontrava-se em 201,3 milhões de euros.

Nos números do mês passado destaque, apesar do valor ser reduzido, para a entrada no ‘top ten’ do investimento dos fundos mobiliários em dívida pública, da Finlândia; de acordo com o relatório mensal divulgado pela CMVM, as aplicações ascendiam a 15,1 milhões de euros, o que representa um aumento de 3.417% face a Janeiro e um peso no total da carteira deste activo de 1,4%.

 

O Mais Lido