Tags: Negócio |

Portugal emite uma nova Obrigação do Tesouro a dez anos


Numa emissão de Obrigações do Tesouro com maturidade a dez anos – que passará a ser o novo benchmark – a República Portuguesa arrecadou um montante total de 4.000 milhões de euros a uma taxa de 1,95%. A procura, por sua vez, superou a oferta em quase cinco vezes.

Sobre esta nova emissão, O diretor da gestão de ativos do Banco Carregosa, Filipe Silva, começa por destacar o facto desta passar a ser o novo benchmark para Portugal. Considera, ainda, que “a emissão saiu em linha com o mercado secundário”, sendo que a taxa de 1,95% corresponde a um spread de 112 pontos acima dos mid swap. Por outro lado, e embora não tenha emissões comparáveis, refere que “temos por aproximação a dívida para 2028 que estava com uma taxa de 1,81% e a de 2030, que estava nos 2,04%”.

Outro ponto destacado pelo profissional é o facto de Portugal voltar a conseguir emitir dívida a uma taxa inferior à do custo médio da sua atual dívida, algo que “tem vindo a permitir baixar o seu custo médio de endividamento”.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido