Tags: Negócio |

Portugal em queda nas operações de fusões e aquisições em abril


A Transactional Track Record (TTR) divulgou um relatório do mercado transacional de Portugal sobre o mês de abril deste ano. Neste, afirma que o volume de fusões e aquisições no mercado transacional português somou 78 milhões de euros no passado mês, tendo sido uma queda de mais de 87%, em relação ao mesmo período de tempo de 2017.

Desde o início do ano, regista-se um total de 90 negócios realizados, tendo alcançado um valor superior a 1,8 mil milhões de euros - uma redução de 70,65% no volume financeiro aportado.

Relativamente ao setor imobiliário, o relatório revela que mantém a mesma tendência desde 2015 e surge na posição de segmento mais ativo no mercado. Em abril foram contabilizadas 21 operações, revelando uma queda de 32% quando comparado ao ano anterior. Por outro lado, o setor de tecnologia registou um crescimento de 17% nos primeiros quatro meses, com 14 operações desde janeiro.

Passando para as operações cross-border, é possível verificar que o mercado português somou um total de 38 operações inbound, sendo que cinco destas operações tiveram como alvo o mercado imobiliário, uma vez que continua a ser o foco principal das empresas estrangeiras.

Quem esteve na mira também do investimento internacional foi o subsetor da tecnologia, juntamente com a Internet, no qual se verificou um crescimento de 80%. Por outro lado, no que diz respeito às operações outbound, cinco empresas portuguesas realizaram aquisições no mercado externo, concentrando-se na Espanha, Suécia, Israel e Peru.

Seguidamente, o relatório destaca, relativamente ao cenário de venture capital, que este continua em alta, tendo-se verificado 14 operações, segundo o TTR, cujos valores somaram 44,5 milhões de euros - um crescimento de 105% em comparação aos valores do mesmo período em 2017. No entanto, em abril os investimentos de private equity registaram uma redução de 71% no número de operações e de 44% no total investido. 

Por fim, destaque para a transação do mês apontada pelo relatório: a concretização da venda da BPI Gestão de Activos e da PBI Fundos pelo Banco BPI à CaixaBank Asset Management, do grupo espanhol CaixaBank, tendo sido anunciada a sua venda em novembro do ano passado.

Notícias relacionadas