Tags: Estilo |

Portugal em flagrante: a primeira parte da exposição que retrata Portugal


Nos próximos seis meses vai ter oportunidade de ver no Museu Calouste Gulbenkian a primeira parte de uma exposição (Operação 1) que inclui obras em papel (livros, fotografias, gravuras e desenhos) que definem um fio condutor para o século XX em Portugal e relacionam as mudanças políticas e culturais com a produção artística.

Recorrendo amplamente ao acervo da Biblioteca de Arte, esta linha temporal documenta algumas das características singulares do século XX em Portugal.

A Operação 1, que pode ser vista até dia 8 de janeiro,  será seguida pelas fases 2 e 3 em novembro de 2016 e fevereiro de 2017.

 

O Mais Lido