PIMCO contrata um vice-presidente para impulsionar a sua estratégia de expansão global


O gigante das obrigações PIMCO integrou um segundo profissional a bordo para reforçar os seus planos de expansão globais. John Studzinski junta-se à empresa como diretor geral e vice-presidente do seu gabinete executivo, um novo posto criado. A sua função será assessorar clientes como fundos de pensões e fundos soberanos. A partir dos escritórios da gestora em Nova Iorque, irá reportar ao CEO da entidade, Emmanuel Roman.

Studzinski desenvolveu a maior parte da sua trajetória profissional na Ásia e Europa, pelo que contribui para a Pimco com mais de 30 anos de experiência como consultor financeiro e estratégico de confiança que criou laços profundos com os líderes mundiais nos setores de finanças, governamentais e de ONGs.

No seu novo papel, Studzinski será a chave no avanço da estratégia global da Pimco, assim como um consultor importante para muitos dos principais clientes da entidade, incluindo fundos de pensões privadas e públicas, family offices, fundações, etc.

Antes de se juntar à PIMCO, Studzinski era vice-presidente da Blackstone e estava encarregue das relações com investidores institucionais e soberanos. Também exerceu o cargo de chefe de banca de investimento europeia na Morgan Stanley e foi instrumental na criação da divisão da banca de investimento da HSBC.

Empresas

Notícias relacionadas

PIMCO: a vida sem Bill Gross… é vida

Depois de uma longa travessia pelo deserto pela qual a entidade teve de passar depois da saída do seu gestor e as subsequentes consequências nas suas principais estratégias, a empresa conseguiu escapar do fantasma da depreciação e está a ser capaz de voltar ao rumo certo.