Tags: Negócio |

Patris Investimentos em Bolsa: “Pequeno passo para o mercado, mas um grande passo para nós”


“Pequeno passo para o mercado, mas um grande passo para nós”. Numa expressão que nos traz à memória o momento em que Neil Armstrong pisou a lua pela primeira vez, Gonçalo Pereira Coutinho, presidente do conselho de administração da Patris Investimentos ilustrou o que lhe “ia na alma”, no dia em que a empresa que ajudou a fundar dá início à cotação no mercado Alternext.

O sócio maioritário da empresa, apresentou ao mercado e aos investidores um grupo com competências no sector segurador, gestão de pensões e investimentos, que se materializam através da Real Vida Seguros, da corretora Fincor, da Patris Sociedade Gestora de Fundos de Titularização de Créditos e claro, da Patris Gestão de Activos. O grupo agrega ainda áreas tão diversas como “o sector agroalimentar, inspeções automóveis e o turismo”. Na sessão levada a cabo na sede da Euronext, Gonçalo Pereira Coutinho caraterizou o grupo como sendo muito especializado em “seguros de vidas, seguros de acidentes pessoais, seguros de saúde, gestão de poupança e acesso aos mercados”.

11 novos acionistas

Com o Montepio Investimento como assessor financeiro e a Caixa Económica Montepio Geral como listing sponsor, a Patris Investimentos entrou em bolsa com uma colocação de capital em 11 novos acionistas e depois de um processo de apenas três meses que veio permitir à empresa “o reforço da notoriedade e credibilidade, da liquidez e fluidez dos processos de aumento de capital a que uma empresa cotada tem acesso, entre outras vantagens”.

O capital colocado será orientado para execução das aquisições do Finibanco Vida e Banif Pensões que a entidade tinha já divulgado, e que aguardam a confirmação da ASF. Com um preço de referência de 3,2 euros, esta operação atribui à Patris uma capitalização bolsista de quase 15 milhões de euros.

Maria João Carioca, chairman & CEO da Euronext Lisbon, durante a sessão, referiu ainda que espera que esta operação protagonizada pela Patris “possa inspirar outras empresas”. Disse também que “a operação foi amadurecida e pensada para permitir à Patris colher algumas das vantagens que tanto gostamos de partilhar com as empresas”.

Notícias relacionadas

O Mais Lido