Tags: Pensões |

Património dos fundos de pensões cresce no trimestre e desde início do ano


O património dos fundos de pensões totalizou 13,4 mil milhões de euros no final do terceiro trimestre deste ano, um valor que representa um aumento de 3,1% face aos três meses anteriores e de 4,6% desde o início do ano. Já nos últimos 12 meses há uma descida de 25,1%, cujo principal motivo “prende-se com a transferência de parte dos planos de pensões dos bancários para a Segurança Social ocorrida no final de 2011”, refere a APFIPP, no relatório estatístico trimestral.

A categoria com maior volume de activos sob gestão é a de fundos fechados, com 12,16 mil milhões de euros, representando mais de 90% do mercado. Seguem-se os outros fundos de pensões abertos (850,8 milhões de euros), os fundos PPR (347,9 milhões) e os fundos PPA (4,4 milhões de euros).

O  maior crescimento em valores absolutos pertence aos fundos fechados, tanto em comparação trimestrais (+361,1 milhões de euros), como face ao início deste ano (526,7 milhões).  Em termos percentuais, os fundos PPA foram os que registaram, entre Julho e Setembro, um maior aumento (+6,3%), enquanto os outros fundos de pensões abertos foram os que tiveram um maior crescimento desde o começo de 2012 (+8,4%), de acordo com o relatório estatístico trimestral.

A sociedade gestora com maior volume de activos sob gestão é a Pensõesgere, com 3,88  mil milhões de euros, seguindo-se a CGD Pensões, com 2,16 mil milhões, e a BPI Vida e Pensões, com 1,8 mil milhões de geridos.

Profissionais

Notícias relacionadas