Tags: Negócio |

Particulares mostram interesse renovado em fundos de investimento nacionais


O Banco de Portugal divulgou as estatísticas sobre a atividade dos fundos de investimento, em relação a março de 2018.

Relativamente aos montantes sob gestão, o relatório revela uma subida para 26,5 mil milhões de euros, cerca de mais 0,1 mil milhões de euros do que no final de 2017.

O gráfico abaixo mostra que os fundos de obrigações são os que mais contribuem para o seu crescimento, sendo que outra nota positiva é o facto de os fundos imobiliários terem estabilizado a sua queda.Captura_de_ecra__2018-05-10__a_s_11

Virando a atenção para o seguinte gráfico, é possível constatar que os investidores particulares têm demonstrado um interesse renovado em fundos de investimentos nacionais, sendo o principal setor investidor nesses veículos de investimento. Estes representam, assim, 43% do total das unidades de participação em circulação no final de março deste ano. Em relação aos investimentos em títulos emitidos por não residentes, o gráfico revela um crescimento recorrente e progressivo, a partir de março de 2015.

Captura_de_ecra__2018-05-10__a_s_11

Relativamente às aplicações dos fundos de investimento por instrumento, pode ver no gráfico, abaixo, o seu desempenho.

Captura_de_ecra__2018-05-10__a_s_11

Já sobre as aplicações dos fundos de investimento em títulos nacionais e estrangeiros, é possível verificar, no gráfico seguinte, que os títulos de capital estrangeiros e os títulos de dívida estrangeiros têm vindo a ganhar preponderância em detrimento dos títulos de capital nacionais e dos títulos de dívida nacionais.

Captura_de_ecra__2018-05-10__a_s_11

 

Notícias relacionadas

O Mais Lido