Participantes nos fundos estrangeiros em mínimo de mais de três anos


Os participantes nos organismos de investimento colectivo em valores mobiliários (OICVM) comercializados em Portugal estão com tendência decrescente e em mínimo de mais de três anos.

De acordo com as séries longas estatísticas, disponíveis no site da CMVM, no final de Setembro o número de investidores situava-se em 69.222, uma queda ligeira face aos 69.235 verificados no mês anterior, e que correspondem ao valor mais baixo desde Julho de 2009, quando era de 68.509.

O número de participantes começou a recuar desde Abril – quando caiu para 70.814 face aos 71.100 de Março -, tendo descido para um valor montante inferior a 70 mil no mês de Junho, mostram as estatísticas disponibilizadas pela entidade de supervisão.

A 31 de Dezembro de 2011, a quantidade de investidores nos fundos estrangeiros comercializados me Portugal situava-se em 69.947, sendo que no mês homólogo do ano passado (Setembro), este número era de 75.576, de acordo com a mesma fonte.

 

O decréscimo no número de investidores não acontece apenas nos OICVM estrangeiros. Nos fundos nacionais (harmonizados + FEI), o total de participantes era de 868.084 no final de Setembro, o que corresponde a uma descida de 2.676 face a Agosto; está em queda há sete meses consecutivos.

O Mais Lido