Participantes em organismos de investimento colectivo em valores mobiliários cresceram 14,93% entre Dezembro de 2012 e Março de 2013


Os últimos dados da CMVM mostram que o número de participantes em organismos de investimento colectivo em valores mobiliários estrangeiros cresceu 14,93% entre Dezembro de 2012 e o fecho do primeiro trimestre deste ano.

Esta variação positiva ocorreu também no número de sub-fundos comercializados dentro dos OICVM estrangeiros. No fecho dos primeiros três meses de 2013 existiam 69 OICVM estrangeiros, com um total de sub-fundos que ascendia aos 1.324.

Actualmente, existem 114 organismos de investimento colectivo estrangeiros em Portugal. Estes fundos são comercializados nas 22 entidades registadas para o efeito junto do regulador.

As plataformas, Banco Best, Banco BiG e ActivoBank são um dos epicentros da distribuição deste tipo de produtos.

O Banco Best é líder na comercialização de fundos estrangeiros, tanto a nível do número de fundos como a nível de volume, tendo 36,3% da quota de mercado. Para além disso, o Banco para distribuição no retalho tem 6 gestoras nacionais e 41 internacionais, oferecendo cerca de 2.100 fundos. Na sua plataforma, o Banco Best tem acesso a cerca de 160 gestoras e quase 4.000 fundos, quer para Private Placement, quer para Investidores Institucionais.

No Banco BiG o número de casas de fundos de investimento ascende aos… (O número de fundos perguntei e eles vão enviar por email)

O Activo Bank, por seu lado, soma 872 fundos de investimento estrangeiros.

Notícias relacionadas