Tags: Alternativos |

Outubro traz uma nova sociedade gestora de fundos imobiliários para o mercado nacional


O mês de outubro parece ter sido extremamente penalizador para a maioria dos mercados internacionais, com muitos deles a apresentarem variações negativas ao longo do mês. Olhando para os dados revelados pela Associação de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios, esta tendência negativa também se refletiu nos fundos de investimento imobiliário nacionais, que registaram um decréscimo de 0,7% no valor líquido global, cujo montante se fixou nos 9.418,4 milhões de euros. Do lado do valor do património imobiliário pelos fundos detido verificou-se um movimento idêntico, com uma queda de 1,1% para 9.622,1 milhões de euros. Entre outubro de 2017 e outubro de 2018, os fundos de investimento imobiliário registaram, assim, uma queda de 1,3% do volume gerido e de 4,8% do património imobiliário detido.

Captura_de_ecra__2018-11-23__a_s_15

Fonte: APFIPP, outubro de 2018

As novidades de outubro

O décimo mês do ano ficou ainda marcado pelo aumento do número de produtos em atividade no mercado nacional, com o surgimento de dois novos fundos fechados. Assim, com o início de atividade dos fundos Marathon e URP – Urban Renew Projetos Imobiliários – SICAFI o número de fundos passou para 186. As novidades no mercado nacional não se esgotaram no lançamento destes dois produtos, tendo iniciado atividade uma nova sociedade gestora. Falamos da Fidelidade – SFOII, que surge no mercado com dois fundos anteriormente geridos pela Fundger: Bonança I e SaudeInveste.

Assim, a Fidelidade – SGOII foi a entidade que registou maior aumento, em valores absolutos, com 155,6 milhões de euros. Já a LYNX Asset Managers surge como a entidade que mais cresceu, em termos percentuais, com um aumento de 13,3%.

Captura_de_ecra__2018-11-23__a_s_15

Fonte: APFIPP, outubro de 2018

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente