Tags: Negócio |

Outubro: fundos nacionais crescem e surge no mercado o Sixty Degrees


De acordo com os dados recentemente divulgados pela CMVM, o valor sob gestão dos organismos de investimento coletivo em valores mobiliários (OICVM) alcançou os 12,020,6 milhões de euros, no passado mês de outubro. Este valor representa uma subida de 145,5 milhões, ou seja 1,2%, face ao mês de setembro. No que concerne os organismos de investimento alternativo (OIA), o valor mensal sob gestão subiu 0,5%, atingindo os 377,2 milhões de euros.

Relativamente às aplicações em ações de emitentes nacionais, o valor destas registou um aumento de 0,8% comparativamente a setembro, o mesmo que nas de emitentes estrangeiros. O grande destaque em terreno nacional foi para o BCP. A instituição financeira registou uma subida de investimento de 9% no mês, o que se traduziu num volume investido de 13,1 milhões de euros. O BCP encerrou o mês a representar 9% do montante investido pelos OICVM em em ações nacionais. Por ordem, seguiram-se a Navigator Company, com 12,8 milhões de euros de investimento, e a NOS com 12,5 milhões de euros. 

Em termos de investimento “nacional” destaque também para o incremento protagonizado pela dívida pública nacional. O ativo apresentou uma subida de 15,8% nas carteiras, passando a valer no final de outubro 247,4 milhões de euros. A dívida estrangeira, contudo, apresentou um decréscimo no mês de 3,3%. 

Captura_de_ecra__2019-11-18__a_s_16

Em termos genéricos, ou seja quando se olha para o investimento por tipo de ativos e de mercados, verifica-se que o investimento em unidades de participação de fundos estrangeiros assumiu no mês em causa um incremento de 2,5%, passando a valer 3.723 milhões de euros nos portefólios. Esta é mesmo a rubrica com maior expressão dentro dos OICVM, representando 30% do montante total investido. 

Captura_de_ecra__2019-11-18__a_s_16

Novo fundo poupança reforma

O regulador, nas suas informações, deixou ainda nota para a criação de um novo fundo poupança reforma. A gestora Sixty Degrees empresta o nome ao fundo, produto que a Funds People teve oportunidade de conhecer numa entrevista a Virgílio Garcia

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Próximos eventos