Tags: Ações |

Os oito fundos de ações com captações ponderadas positivas no 1.º trimestre


Oito fundos. É o número de produtos de ações que conseguiram, terminado o primeiro trimestre do ano, captações positivas.  Depois de um final de ano complicado para os fundos de investimento em termos genéricos, uma panóplia de produtos de ações nacionais – cujo universo de investimento vai desde a Europa aos mercados emergentes – conseguiram  um rácio positivo nas captações relativas face a património com que terminaram o ano passado. Ao nível das entidades são 6 as que aparecem representadas.

Captura_de_ecra__2019-05-08__a_s_16

Fonte: Morningstar Direct.

A GNB GA que já dava nas vistas no mesmo ranking em termos genéricos é a entidade que coloca no topo o produto com captações ponderadas mais significativas no espectro das ações. Face ao património de 12,47 milhões de euros de final de 2018, o NB Mercados Emergentes conseguiu captações superiores a 18%. Em termos líquidos as subscrições nos meses de janeiro, fevereiro e março foram de 2,34 milhões de euros.

O Santander Acções Europa, fundo com selo Blockbuster Funds People, conseguiu no primeiro trimestre mais de 10 milhões de euros de captações líquidas, o que em termos ponderados se cifra em 12,51% do património com que tinha terminado o ano transacto.

O fundo de ações que sobressai em termos absolutos – o BC Caixagest Ações Líderes Globais – com captações líquidas que ascendem aos 45 milhões de euros no primeiro trimestre é também ele um dos que dá mais nas vistas em termos de captações ponderadas, que se cifraram em 9,14% em comparação com o património de final de 2018.

Empresas

Notícias relacionadas