Os melhores fundos de cada categoria nos últimos 10 anos


A indústria de fundos em Portugal, nos últimos dez anos, deu aos seus subscritores uma rendibilidade média anual de 1,95, a dividir por mais de 100 fundos de investimento (103), segundo os dados fornecidos pela Morningstar com a data de 31 de janeiro de 2014.

Entre as quatro categorias com dados, foram as ações que deram ao investidor mais “gás” no que toca às rendibilidades. Os 41 fundos de ações com dados cresceram, em termos médios, 2,2% ao ano enquanto os 31 fundos de obrigações ficaram-se pelo 1,65%. Já os 29 fundos da classe de Alocação valorizaram 1,96% enquanto o mercado monetário se fixou em 1,64%, com apenas 2 produtos a entrarem nas contas.

Liderança repartida

Dos 103 fundos com dados a 10 anos, que terminaram no último dia do mês de janeiro, a liderança vai para o fundo de ações Oriente, da Caixagest. Criado há precisamente 20 anos, o fundo investe no sudoeste asiático com as maiores posições a pertencerem à Austrália e a Hong Kong. Na última década o fundo atinge uma rendibilidade anualizada de 8,22%.

O melhor fundo de Alocação é o Invest AR PPR da Invest Gestão de Activos e obteve uma rendibilidade anualizada de 7,36%, sendo assim o segundo melhor produto a dez anos. Em termos de carteira, o fundo tem metade da sua exposição a Obrigações, com destaque para dívida pública portuguesa e espanhola. Em termos sectoriais, a saúde e os serviços financeiros ocupam os lugares cimeiros.

O ES Obrigações Europa Euro, da ESAF, é o terceiro melhor fundo a dez anos e o melhor da sua classe de ativos: as obrigações. Nos últimos dez anos tem uma rendibilidade anualizada de 7,21%, onde as principais posições são títulos de dívida governamental. O fundo é gerido por Vasco Teles.

Longe das rendibilidades dos fundos anteriores, vem o melhor fundo da categoria Mercado Monetário. O fundo da Montepio Gestão de Activos, Montepio Tesouraria atingiu uma rendibilidade anualizada de 1,85%. Entre as principais posições aparecem títulos de dívida pública nacional e outros Estados Membros da UE, tal como obrigações corporativas de diversas instituições.

Confira o ranking dos cinco melhores fundos por categoria, na última década

Dados: Morningstar a 31 de Janeiro de 2014
Análise Funds People realizada a partir dos dados disponibilizados pela Morningstar
Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas