Tags: Pensões |

Os instrumentos de gestão de terceiros selecionados pelo BPI Segurança


O Fundo de Pensões Aberto BPI Segurança é o segundo maior fundo sob gestão do BPI Vida e Pensões, ocupando a quinta posição entre os maiores fundos do género a nível nacional (dados de fecho do primeiro semestre de 2019 da APFIPP). A sua política de investimentos dá primazia à presença de obrigações em carteira, remetendo as aplicações em ações a um máximo de 10% do total dos ativos sob gestão, assumindo uma preferência pelo investimento direto em títulos. Não obstante, os instrumentos de gestão de terceiros em carteira assumem a sua quota-parte no cumprimento desta estratégia, estando-lhes reservados 28,1 milhões de euros dos 126,4 milhões dos ativos sob gestão (22,3%).

O meio predileto para investir em ações

A classe de ativos mais representada nas 32 estratégias de investimento coletivo presentes na carteira do BPI Segurança são, por uma larga margem, as ações, com 28 aplicações dedicadas. Estas representam 64,24% do montante total investido em fundos, com 18 milhões aplicados, e concentram-se, sobretudo, em ações europeias, com 18 estratégias especializadas nessa zona geográfica, havendo também espaço para ações da Ásia, África e Mercados Emergentes.

O elevado número de aplicações nesta classe de ativos faz com que os fundos de investimento sejam o principal meio de exposição deste produto a ações, em detrimento do investimento direto. A somar a esse facto, 24 destas 28 aplicações são de gestão ativa, o que indica uma preferência por deixar o investimento em equity a cargo de gestoras especializadas em gestão ativa. 

Obrigações destinadas à gestão passiva

Já no que toca ao investimento em obrigações, constata-se uma alocação de 8,1 milhões de euros, concentrado somente em três estratégias distintas, representadas por dois ETF e por um fundo de gestão ativa. Apesar do número reduzido, estes instrumentos estão entre as maiores aplicações do BPI Segurança em fundos de investimento, representando 29% do montante a eles destinado. A opção de ter poucos fundos destinados ao investimento em obrigações é justificada pela preferência pelo investimento direto na carteira do fundo de pensões nesta classe de ativos.

Assim, entre as principais aplicações têm lugar quatro ETF, dos quais se destaca o iShares Barclays Capital Euro Corporate Bond da iShares, por ser a estratégia com maior montante alocado (4,6 milhões de euros). Do lado da gestão ativa, existe um domínio dos fundos da casa, com a presença de três instrumentos geridos pela BPI GA (Caixabank Asset Management): o BPI GIF Universal, o BPI High Income e o BPI GIF Alternative Fund Iberian Equity Long Short. Este último, com selo Consistente Funds People 2019, ganha destaque como o maior fundo de gestão ativa e a segundo maior dentro dos instrumentos de gestão de terceiros.

BPI Segurança

(clique na imagem para ampliar)

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido