Tags: Negócio |

Os fundos que mais captaram no primeiro mês do ano


O mercado nacional de fundos mobiliários parece ter iniciado o ano num contexto mais positivo, com o primeiro mês do ano a registar um aumento do volume de ativos sob gestão – ainda que o saldo entre subscrições e resgates global tenha encerrado o mês em terreno negativo.

Já do lado do saldo registado pelos fundos em si, em janeiro foram poucos aqueles que conseguiram ultrapassar os 10 milhões de euros. Verificamos, por outro lado, que algumas das novidades da reta final do ano passado parecem ter atraído o interesse dos investidores, ocupando os lugares cimeiros no que respeita ao saldo entre subscrições e resgates.

De facto, o produto que melhor saldo registou foi uma dessas novidades, tendo captado um total de 37,36 milhões de euros. Trata-se do Caixa Wealth Moderado, fundo da responsabilidade da Caixagest e lançado no final de dezembro de 2018. Imediatamente a seguir surge um “velho conhecido”, que marcou presença na grande maioria das listas de fundos que melhor saldo registaram ao longo do ano passado. Falamos do Caixagest Ações Líderes Globais, cujo saldo entre subscrições e resgates se fixou nos 22,21 milhões de euros.

Acima dos 10 milhões de euros em subscrições líquidas terminou também o fundo de ações europeias da Santander Asset Management, tendo obtido um saldo de subscrições líquidas de 14,16 milhões de euros. Quem é também parte integrante desta lista é o Caixa Wealth Defensivo, o “irmão” da gama ‘Wealth’ da Caixagest, que apresenta um saldo entre subscrições e resgates de cerca de 13,48 milhões de euros.

Fundos com saldo de subscrições líquidas acima do um milhão de euros em janeiro

Captura_de_ecra__2019-02-26__a_s_13

Fonte: Morningstar Direct, janeiro de 2019

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente