Os fundos que celebram mais de duas décadas no mercado nacional no segundo trimestre deste ano


Depois de termos olhado para os produtos que celebram o seu segundo, quinto e décimo quinto aniversário no decorrer do segundo trimestre deste ano, viramos agora as nossas atenções para os produtos mais “seniores”. Isto porque, neste artigo, iremos destacar os fundos nacionais que comemoram o seu vigésimo e vigésimo quinto aniversário entre março e junho deste ano. Nesta lista constam quatro produtos de quatro entidades diferentes: Santander Asset Management, IM Gestão de Ativos, Caixagest, BPI Gestão de Activos.

A caminho das duas décadas no mercado nacional

Prestes a completar 20 anos no mercado nacional encontram-se três produtos, dois deles são fundos multiativos e o restante um fundo de ações norte-americanas.

Comecemos pelo fundo de ações norte-americanas, que é também o aniversariante mais perto de completar o seu vigésimo aniversário. Trata-se do Santander Acções América, que atualmente é gerido por Luis Beamonte e que foi lançado a 27 de abril de 1998. Hoje, apresenta um volume de ativos sob gestão superior a 47 milhões de euros, sendo que entre as maiores dez posições em carteira encontramos um futuro do índice Dow Jones, um ETF que procura replicar o mesmo índice, e empresas como JPMorgan Chase & Co, Walmart, Apple, Goldman Sachs ou UnitedHealth Group. Os sectores financeiro e tecnológico, por sua vez, são os sectores que maior preponderância apresentam – 24,18% e 19,97%, respetivamente.

Imediatamente a seguir surge o IMGA Flexível, um fundo que atualmente é gerido por Rui Machado e cujo volume de ativos sob gestão ascende a 11,36 milhões de euros. A sua carteira apresenta uma maior preponderância do segmento obrigacionista, sendo que a exposição ao segmento acionista é de apenas 13,17%. Entre as maiores posições em carteira, por outro lado, encontramos vários ETF, como é o caso do Lyxor Eur 2-10Y Infl Expectatn, do iShares $ TIPS UCITS ETF, do iShares J.P. Morgan USD EM Bond Eur Hedged UCITS ETF Dist, ou do Lyxor ETF Japan Topix DGDG Eur. Para além destes, nas maiores posições surge também o fundo nacional CA Rendimento.

Segue-se o fundo multiativo da responsabilidade da Caixagest lançado no final de junho de 1998. Falamos do Caixagest Seleção Global Dinâmico, um produto que atualmente gere um património superior a 82 milhões de euros e cuja carteira apresenta uma exposição de 61,90% ao segmento acionista e de 37,95% ao segmento obrigacionista. Em termos sectoriais, os sectores tecnológico e financeiro são aqueles que apresentam maior peso – 20,15% e 17,05%, respetivamente. Quanto às suas maiores posições, verificamos a presença de vários ETF (iShares S&P500 Eur Hedged ETF Acc ou iShares € Govt Bond 1-3yr ETF Eur Dist, por exemplo) e de fundos de investimento de entidades internacionais, como é o caso do Amundi FDS II Pio USD AggtBd A Eur HND ou do T.Rowe Price US Blue Chip Eq Q Eur.

A caminho do quarto de século

Muito próximo de celebrar o seu vigésimo quinto aniversário está o BPI Euro Taxa Fixa, um fundo de obrigações que foi lançado a 26 de abril de 1993. Com um volume de ativos sob gestão superior a 30 milhões de euros, o fundo da responsabilidade da BPI Gestão de Activos apresenta enquanto maiores posições em carteira títulos governamentais de países como Portugal, Itália, França, Espanha, Irlanda, França e Alemanha, apresentando, ainda, um futuro – o Fut Euroschatz 2y Jun18. Em termos de distribuição geográfica, Portugal é o países que apresenta maior preponderância, com 20,1%.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas