Tags: Pensões |

Os fundos PPR que se evidenciam nos últimos doze meses


Todos os meses, a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – publica a lista com os cinco fundos mais rentáveis, tanto nos últimos doze meses, como nos últimos cinco anos, no que diz respeito aos fundos de pensões abertos e ainda aos fundos PPR.

Depois de termos verificado o comportamento dos fundos de pensões abertos em ambos os prazos, é hora de olharmos para os fundos PPR nos últimos doze meses.

Da lista dos fundos, geridos por entidades é associada na APFIPP, o fundo PPR que se destaca pela positiva é o PPR SGF Acções Dinâmico, gerido pela SGF - Sociedade Gestora de Fundos de Pensões. É o fundo mais pequeno desta lista com 700 mil euros em património, mas com uma rendibilidade de 5,8% nos últimos doze meses.

Logo depois, vem um produto que faz parte do espólio da Bankinter Gestão de Activos. Trata-se do fundo Bankinter PPR Acções Life Path 2025, que regista ganhos de 5,4% e um património de quase 7 milhões de euros.

Consistentes marcam presença

Podemos encontrar, também, um fundo que ostenta selos Funds People: o Santander Poupança Prudente FPR, gerido pela Santander Asset Management. Este fundo é marcado com dois selos Funds People: o de Consistente e ainda o de Blockbuster. Nos últimos doze meses atinge ganhos de 4,2%, sendo também o maior produto da lista, com quase 122 milhões de euros.

Os outros dois produtos que completam o top cinco são o SGF PPR Património Reforma Acções, da SGF - Sociedade Gestora de Fundos de Pensões e o PPR Vintage que é da responsabilidade da GNB Gestão de Ativos. No primeiro fundo os ganhos foram de 4% enquanto que no segundo produto a rendibilidade nos últimos doze meses foi de 3,8%. Este último fundo é gerido por Pedro Barata, e na ficha do produto referente a setembro, está patente que foi a “diversificação da carteira” que ajudou o produto com a “exposição ao sector financeiro” a prejudicar o comportamento do mesmo.

Invest AR PPR supera os 10% de ganhos

Sem estar na esfera da APFIPP, encontramos o fundo mais rentável entre os PPR nacionais. Trata-se do Invest AR PPR que é gerido pela Invest Gestão de Activos. Nos últimos doze meses atinge ganhos de 10,1%, com o seu património a alcançar mais de 11 milhões de euros. No relatório do fundo, referente a setembro, o gestor Paulo Monteiro perspetiva que no mês de outubro o “fundo continuará a ser gerido com prudência de forma a conseguir extrair valor no cenário de instabilidade e incerteza que permanecerá nos mercados em torno da decisão da reserva Federal na reunião de dezembro e das eleições norte americanas”.

 

Nota: Estes resultados são brutos de impostos e não consideram comissões de subscrição e resgate, bem como outras comissões e encargos eventualmente suportados diretamente pelos participantes, que variam de acordo com as condições estabelecidas no regulamento de gestão de cada Fundo.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas