Os fundos mais rentáveis desde 2010


A atual década que vivemos teve início no primeiro dia do ano de 2010. Desde dessa data até ao final do ano passado, muitas coisas aconteceram que provocaram volatilidade nos mercados financeiros. Neste período assistimos a uma crise que afetou os países periféricos da União Europeia, o que trouxe desemprego e downgrades por parte das agência de rating. O expoente máximo dessa situação foi a queda da notação financeira dos EUA que perderam o rating mais elevado.

Analisando os dados disponibilizados através da Morningstar Direct, verificamos que apesar da baixa de notação financeira da maior economia do mundo, os fundos mais rentáveis em Portugal têm como 'core' do seu investimento esse mesmo mercado, aproveitando o Bull Market que se iniciou em 2009.

No período entre o início de 2010 e o final do ano passado, o fundo mais rentável investe nos EUA e pertence à Caixagest. Trata-se do Caixagest Acções EUA que fechou esse intervalo de tempo com uma rendibilidade anualizada de 14,13%, tendo terminado o ano passado com mais de 80 milhões de euros em ativos sob gestão.

Na segunda posição podemos encontrar o Santander Acções América, da Santander Asset Management. A sua rendibilidade anualizada situa-se em 13,79% e no final do ano passado o seu património ascendia a 30 milhões de euros.

Em terceiro lugar, aparece o único produto do top 5 que não investe do outro lado do oceano Atlântico. Trata-se do Montepio Euro Healthcare, da Montepio Gestão de Activos. Este fundo que investe no sector da saúde na Europa terminou o período analisado com ganhos de 13,47%.

As duas posição seguintes são ocupadas, novamente, por dois produtos que voltam a investir no mercado norte-americano: o Millennium Acções América e ainda o BPI América (classe denominada em euros). O fundo da Millennium Gestão de Activos atinge ganhos de 13,19% enquanto o produto da BPI Gestão de Activos não ultrapassa os 11,90%.

Acima de 10% ainda figuram outros dois produtos cujo foco de investimento é totalmente diferente dos anteriores: o ES Obrigações Europa e o Millennium Global Equities Selection. O fundo da GNB-Fundos Mobiliários investe em títulos de dívida na Europa e fechou o período com uma rendibilidade anualizada de 11,23% enquanto o produto da Millennium Gestão de Activos investe em ações globais, tendo atingido ganhos de 10,36%.

Os 25 fundos mais rentáveis entre 2010 e 2014

FundoGestoraAtivos sob gestãoRendibilidade 2010-2014 (%)
Caixagest Acções EUACaixagest 81 079 236,00 €14,13
Santander Acções AméricaSantander Asset Management 30 607 862,00 €13,79
Montepio Euro HealthcareMontepio Gestão de Activos 10 804 496,00 €13,47
Millennium Acções AméricaMillennium Gestão de Activos 8 962 471,00 €13,19
BPI América DBPI Gestão de Activos 34 909 641,00 €11,90
ES Obrigações EuropaGNB-Fundos Mobiliários 38 889 775,00 €11,23
Millennium Global Equities SelectionMillennium Gestão de Activos 14 362 041,00 €10,36
Invest AR PPRInvest Gestão de Activos 5 566 047,00 €9,92
Caixagest Private EquityCaixagest 124 096 941,00 €9,89
ES Rendimento PlusGNB-Fundos Mobiliários 37 697 919,00 €9,76
ES Acções AméricaGNB-Fundos Mobiliários 9 758 386,00 €9,45
ES PPRGNB-Fundos Mobiliários 13 783 284,00 €8,45
ES MomentumGNB-Fundos Mobiliários 18 490 228,00 €6,91
Montepio Taxa Fixa Montepio Gestão de Activos 9 248 043,00 €6,45
Montepio Euro TelcosMontepio Gestão de Activos 6 372 408,00 €6,22
Millennium Prestige ValorizaçaoMillennium Gestão de Activos 42 122 040,00 €5,99
ES Plano CrescimentoGNB-Fundos Mobiliários 4 535 372,00 €5,83
BPI Alto Rendimento Alto RiscoBPI Gestão de Activos 18 608 761,00 €5,81
Millennium EurocarteiraMillennium Gestão de Activos 47 059 248,00 €5,54
BPI EuropaBPI Gestão de Activos 70 740 796,00 €5,53
Caixagest Acções OrienteCaixagest 18 003 487,00 €5,49
Optimize Investimento ActivoOptimize Investment Partners 10 172 426,00 €4,98
Popular Global 75Popular Gestão de Activos 15 615 148,00 €4,98
Millennium Prestige ModeradoMillennium Gestão de Activos 89 990 034,00 €4,90
BBVA Gestão FlexívelBBVA Gest 80 857 632,00 €4,59
Fonte: Morningstar Direct a 31 de dezembro de 2014.
Empresas

Notícias relacionadas