Tags: Alternativos |

Os fundos imobiliários abertos que se destacam nos últimos dez anos


O início do ano foi positivo para os fundos imobiliários. O valor líquido global cresceu e as unidades de participação na carteira destes fundos mantiveram-se praticamente inalteradas.  Mas e como se portaram os fundos imobiliários abertos nos últimos dez anos?

A APFIPP Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – revelou um relatório com as medidas de rendibilidade e risco dos fundos de investimento imobiliário com referência ao final do mês de fevereiro. Recorde-se que quanto à forma de remuneração a APFIPP divide os fundos imobiliários abertos em dois segmentos: os fundos de acumulação e os fundos de rendimento. Os primeiros são fundos que “reinvestem automaticamente os rendimentos gerados pelas respectivas carteiras, não distribuindo rendimentos”. Os segundos diferenciam-se porque “distribuem os rendimentos gerados aos Participantes, de forma periódica”

fundos_abertos_imobiliarios_a_10_anos

CA Património Crescente na frente

Dos fundos destacados pela Associação, destaca-se o CA Património Crescente, gerido pela Square Asset Management. É o fundo que revela o melhor comportamento na última década. Tem uma rentabilidade anualizada de 3,65%. “Sendo este um fundo de acumulação não sofre a erosão de distribuições sucessivas de rendimento”, explicou Pedro Coelho, administrador da gestora, em entrevista à Funds People Portugal na edição nº12. Este fundo reforça, assim, a liderança, depois de ter ganho em novembro – e pela sexta vez consecutiva – o prémio de melhor fundo balanceado em Portugal nos MSCI European Property Invesment Awards.

Logo a seguir na tabela de fundos imobiliários abertos com maior retorno nos últimos dez anos está VIP, um produto sob a alçada da Silvip. Este fundo aberto de rendimento apresenta 3,35% de ganhos anualizados. Tal como o CA Património Crescente, tem, de acordo com a APFIPP, o nível mínimo de risco.

Ainda acima dos 2% de rentabilidade está o fundo Imofomento, da BPI Gestão de Activos. É um fundo aberto de rendimento e o oitavo maior fundo imobiliário nacional. Tem uma rentabilidade de 2,53% nos últimos dez anos.

Além dos produtos referidos, destacam-se mais dois por alcançarem a meta dos 1% de rentabilidade. São eles o AF Portfólio Imobiliário e o Fundimo. O primeiro é um fundo de acumulação da responsabilidade da Interfundos e tem uma rentabilidade anualizada de 1,38%. Quanto ao segundo, terminou o ano como o maior fundo imobiliário nacional: é o Fundimo, gerido pela Fundger. Lançado no final dos anos 80, é também o fundo mais antigo em atividade e tem ganhos anualizados na ordem dos 1,54%.

Captura_de_ecra__2017-03-17__a_s_11

Captura_de_ecra__2017-03-17__a_s_11
Nota: Fonte APFIPP, dados referentes a 27 de fevereiro de 2017; o fundo Finipredial passou a denominar-se Valor Prime.

Notícias relacionadas

O Mais Lido

Próximos eventos