Tags: Negócio |

Os fundos de obrigações com captações líquidas positivas em setembro


Pelo segundo mês consecutivo, as captações líquidas dos fundos mobiliários nacionais apresentaram um valor positivo. De acordo com os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios - APFIPP - no mês de setembro as captações líquidas foram positivas, na ordem dos 35 milhões de euros. Em termos acumulados, em 2016, o valor continua negativo, a situar-se nos 1.083 milhões de euros.

Depois de termos analisado os fundos de ações que se destacam, é agora hora de ver uma classe de ativos mais defensiva: a de obrigações. A Associação divide os fundos em cerca de três dezenas de categorias, com apenas três delas a representarem o segmento de obrigações. Desse trio, apenas um segmento se destacou pela positiva, ao apresentar captações líquidas positivas de 5,2 milhões de euros em setembro: a que junta os fundos de Obrigações Euro.

Que fundos tiveram entradas líquidas positivas?

De acordo com a Associação, o fundo de obrigações que mais captações líquidas registou foi o CA Rendimento, que se trata de um fundo que ostenta dois selos Funds People: o de Consistente e ainda o de Blockbuster. Gerido pela Crédito Agrícola Gest, o fundo registou um valor superior a 8 milhões de euros.

Na casa dos dois milhões surgem os restantes fundos que superaram a barreira de um milhão de euros: o Santander MultiCrédito e ainda o BPI Euro Taxa Fixa. O primeiro é gerido pela Santander Asset Management e registou entradas líquidas de 4,7 milhões de euros. Já o segundo faz parte do portefólio da BPI Gestão de Activos e teve um saldo entre subscrições e resgates de 4,1 milhões de euros. Este fundo ostenta, também, um selo Funds People: o de Blockbuster.

Os fundos de obrigações com mais captações líquidas positivas em setembro

Captura_de_ecra__2016-10-28__a_s_12

Fonte: APFIPP no final de setembro.

Empresas

O Mais Lido