Tags: Negócio |

Os fundos de alocação que se destacam no semestre


Foi o verdadeiro “8 ao 80”. Eram pouco os fundos de investimento que no final de 2018 tinham resultados positivos para oferecer. Seis meses volvidos, como já lhe mostrámos no espectro das ações, em terreno nacional os melhores fundos domésticos que se focam nesta classe de ativos ultrapassam no ano os dois dígitos de rentabilidade.

No campo dos fundos de alocação, os resultados year to date deste universo  também são positivos, embora, naturalmente, mais modestos do que os parceiros de ações. Os dados da Morningstar de final de junho mostram nos 14,46% de retorno desde o início do ano o Optimize Investimento Activo, gerido pela Optimize Investment Partners. A gestora é mesmo a que mais produtos coloca neste ranking: três fundos. Da ficha de produto de maio, entende-se uma maior sobreponderação da carteira, em termos geográficos, a França. Nas maiores posições do portefólio encontram-se, no final do mesmo mês, obrigações do tesouro portuguesas, um ETF da Lyxor que investe na India, e ainda o investimento na Nestle.

A cargo da Montepio Gestão de Activos está o segundo fundo desta lista. Trata-se do Montepio Multi Gestão Dinâmica, que alcança, nos primeiros seis meses do ano 13,10% de retorno. Esta que é uma carteira orientada para “a aquisição de unidades de participação de fundos de investimento nacionais e internacionais”, apresenta nas suas maiores posições, mostra a página da Morningstar, o investimento nos fundos FF – European Larger Companies, Montepio Acções Europa e MS INVF Eurozone Equity Alpha.

Também com “Dinâmica” no nome figura o IMGA Alocação Dinâmica, que entrega 12,10% de rentabilidade nos primeiros seis meses de 2019. A cargo de Pedro Vieira, o produto, segundo a ficha online referente a maio, espera-se que beneficie da eventual “resolução da disputa comercial entre os EUA e a China”, muito embora no curto prazo as perspetivas sejam de alguma volatilidade. A maior posição do produto, revela o mesmo documento, é um ETF: o Lyxor ETF S&P 500-A. Seguem-se mais dois ETF nos lugares seguintes da carteira.

Captura_de_ecra__2019-07-05__a_s_12

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido