Tags: Ações | Europa |

Os fundos de ações nacionais em destaque na relação rentabilidade e risco


Apesar da menor dimensão em comparação com alguns dos mercados acionistas nacionais, o mercado português conta com um total de sete produtos que investem exclusivamente em ações nacionais, distribuídos por cinco entidades diferentes: BPI Gestão de Activos, Caixagest, GNB Gestão de Ativos, IM Gestão de Ativos e Santander Asset Management. Dito isto, o exercício a que nos propomos neste artigo passa pela análise da relação entre rentabilidade e risco dos fundos de ações nacionais a um, três e cinco anos. Que veículo de investimento se destaca?

Santander Acções Portugal: líder nos períodos mais curtos

Olhando para a rentabilidade alcançada por estes produtos a um e três anos verificamos que um deles apresenta uma rentabilidade anualizada superior: o Santander Acções Portugal. O produto cuja gestão está a cargo de Dolores Solana obteve uma rentabilidade de 1,46% a um ano, enquanto que a três anos apresenta uma rentabilidade anualizada de 9,22%. É, por outro lado, aquele que apresenta um desvio padrão mais baixo a um ano, com 8,91%, apresentando também o retorno por unidade de risco mais elevado: 0,2.

A três anos, por outro lado, o Caixagest Acções Portugal apresenta um desvio padrão inferior ao fundo da Santander Asset Management (embora apresente uma rentabilidade também inferior) –16,13% face aos 17,16% registados pelo fundo gerido por Dolores Solana. No que diz respeito ao retorno por unidade de risco, a liderança é partilhada por ambos, que se fixou em 0,5.

Fundo Retorno anualizado a um ano (%) Desvio Padrão anualizado um ano (%) Retorno por unidade de risco
Santander Acções Portugal 1,46 8,91 0,2
NB Portugal Ações  1,10 10,48 0,1
BPI Portugal  0,86 10,46 0,1
Caixagest Acções Portugal  0,13 9,78 0,0
Santander PPA -0,34 9,94 0,0
IMGA Ações Portugal -1,29 9,70 -0,1

 

Captura_de_ecra__2018-10-15__a_s_16

Fundo Retorno anualizado a três anos (%) Desvio Padrão anualizado três anos (%) Retorno por unidade de risco

Santander Acções Portugal

9,22 17,16 0,5
Caixagest Acções Portugal  8,02 16,13 0,5
Santander PPA 7,45 17,40 0,4
IMGA Ações Portugal 6,80 16,46 0,4
BPI Portugal 5,40 15,40 0,4
NB Portugal Ações 4,64 16,88 0,3

 

Captura_de_ecra__2018-10-15__a_s_17

IMGA Ações Portugal lidera a cinco anos

Passando para o período mais longo, a cinco anos, o destaque vai para o fundo da IM Gestão de Ativos, o IMGA Ações Portugal. Gerido por Nuno Marques e por António Dias, este produto alcançou uma rentabilidade anualizada de 4,88% a cinco anos, apresentando o terceiro desvio padrão mais elevado, com 17,79%. O retorno por unidade de risco, por sua vez, fixou-se nos 0,3, o mesmo valor que os fundos BPI Portugal e Santander Acções Portugal – cuja rentabilidade anualizada se fixou nos 4,74 e 4,73%, respetivamente; já o desvio padrão anualizado dos produtos da BPI Gestão de Activos e da Santander Asset Management foi de 16,27% e 18,56%, respetivamente.

Fundo Retorno anualizado a cinco anos (%) Desvio Padrão anualizado cinco anos (%) Retorno por unidade de risco
IMGA Ações Portugal 4,88 17,79 0,3
BPI Portugal  4,74 16,27 0,3
Santander Acções Portugal  4,73 18,56 0,3
Caixagest Acções Portugal 4,12 16,95 0,2
Santander PPA 3,93 20,60 0,2
NB Portugal Ações 3,06 16,93 0,2

 

Captura_de_ecra__2018-10-15__a_s_17

Fonte: Morningstar Direct, setembro de 2018. 
Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido