Os fundos de ações com captações líquidas positivas em abril


As captações líquidas têm sido uma pedra no sapato nos fundos mobiliários, quando se fala dos primeiros quatro meses do ano. De acordo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP - as captações líquidas, no mês de abril, foram negativas na ordem dos 126 milhões de euros. Em termos acumulados, o saldo também é negativo, na ordem dos 456 milhões de euros.

Os fundos de ações não foram exceção. Nenhuma das categorias em que a APFIPP divide os fundos de ações conseguiram ter saldo positivo em abril e tão pouco no acumulado de 2016. Ainda assim, alguns fundos nacionais de ações conseguiram ter mais subscrições do que resgates.

Cerca de um ano e meio depois, a liderança mudou de mãos. O fundo de ações que mais captações líquidas conseguiu ter em abril foi o Santander Acções Europa que é gerido pela Santander Asset Management. No quarto mês do ano o saldo foi de 3,7 milhões de euros.

Logo depois surge o antigo líder nesta rubrica. Trata-se do fundo Caixagest Ações Líderes Globais, da Caixagest, que superou o valor de um milhão de euros nos quarto mês do ano, no que toca a captações líquidas.

Restantes com valores residuais

Os restantes produtos apresentam valores mais baixos do que 50 mil euros em termos de saldo entre subscrições e resgates. A tabela abaixo mostra quais os fundos de ações que tiveram entradas líquidas de dinheiro em abril.

Fundos de ações com captações líquidas positivas

Fundo Gestora Categoria Captações líquidas
Santander Acções Europa Santander Asset Management Ações UE, Suíça e Noruega 3 712 200 €
Caixagest Ações Líderes Globais Caixagest Ações: Outros fundos internacionais 1 030 500 €
NB Portugal Ações GNB Gestão de Ativos Ações nacionais 48 400 €
Montepio Euro Financial Services Montepio Gestão de Activos Ações Sectoriais 20 000 €
NB Ações América GNB Gestão de Ativos Ações América do Norte 9 800 €
AR Médias Empresas Portugal Invest Gestão de Activos Ações nacionais 5 000 €

Fonte: APFIPP no final de abril

Empresas

O Mais Lido