Os fundos da Pioneer Investments com selo Funds People


A Pioneer Investments apresenta em Portugal 12 fundos com selo Funds People. Três desses fundos são produtos com selo Funds People, Blockbuster e Consistentes.

Um deles é o Pioneer Funds – Emerging Markets Bond. Tal como o nome indica este é um fundo de dívida emergente, aggregate, que tanto investe em dívida soberana como em crédito. Foca, em específico, em todo o tipo de dívida emergente em dólar, embora também possa assumir posições em dívida pública emergente em moeda local (tem um limite de 25% em prospecto, embora nunca tenha superado os 15% no passado). Ao mesmo tempo, e para controlar a volatilidade do fundo, realiza-se uma gestão muito ativa da liquidez, podendo mesmo elevar-se até aos 20% do total dos ativos do fundo de forma pontual. A carteira está construída com base no mérito de cada investimento e com base no seu potencial de geração de alfa, delegando ao gestor a procura das melhores oportunidades dentro dos países com perspetivas superiores de crescimento no longo prazo. É gerido por Yerlan Syzdykov.

Os restantes fundos da Pioneer Investments com selo Funds People, Blockbuster e Consistentes.

Pioneer Funds – Absolute Return Multi Strategy (ARMS)  - Trata-se de um fundo de retorno absoluto, multi-estratégia, gerido com um processo enfocado na diversificação, mas de forma distinta da tradicional. Esse processo é comum a toda a gama de multi-ativos, baseada em 4 pilares de investimento, como o Macro: estratégias macro que reflitam o cenário base. Hedging: coberturas para os riscos com maior probabilidade e impacto neste cenário macro. Satélite: estratégias satélite que procuram descorrelação. Selection: seleção dos instrumentos mais adequados (especialmente na parte das obrigações). As principais caraterísticas do fundo são: Objetivo de Rentabilidade: EONIA + 350/400 bps num ciclo de 3 anos. VaR Máximo: 6% e volatilidade média esperada de 4,5% (em condições normais do mercado). O fundo é gerido por Francesco Dall’Angelo.

Pioneer Funds US Fundamental Growth Este fundo de ações large cap americanas com um bias growth, propõe-se a proporcionar rentabilidades altas com um risco inferior. É co-gerido por Andrew Acheson, responsável da equipa growth, e Paul Cloonan, diretor de análise de ações, sendo que ambos se conhecem há cerca de 13/14 anos. Apoiado por 13 analistas com 15 anos de experiência, trata-se de uma estratégia concentrada, de alta convicção, composta por entre 35 e 40 empresas.

Os restantes fundos da Pioneer Investments com selo Funds People, Blockbuster

Pioneer Funds - Euro Aggregate Bond. Com uma classificação média de investment grade, este fundo de obrigações investe tanto em dívida soberana como em crédito corporativo. É gerido por Tanguy Le Saout, diretor de obrigações europeias, e Cosimo Marasciulo, diretor de obrigações soberanas europeias, a partir dos escritórios da Pioneer em Dublin. São duas as partes que compõem a carteira: a parte beta que procura replicar a rentabilidade e a volatilidade do Barcap Euro Aggregate Index, enquanto que a parte alfa procura gerar rentabilidades adicionais investindo em diferentes estratégias com baixa correlação.

Pioneer Funds – Euro Bond. Igualmente gerido por Tanguy Le Saout e Cosimo Marasciulo, o fundo investe principalmente em obrigações denominadas em euro emitidas por governos europeus. Pode também alocar até 30% dos ativos em obrigações corporativas emitidas por empresas europeias, mesmo que denominadas em outras moedas, desde que hedged para euro. O fundo utiliza derivados para vários efeitos, seja para cobertura de risco ou para uma gestão eficiente do portefólio, mas também para exposição (longa ou curta) a vários ativos o que pode gerar uma alavancagem significativa. 

Pioneer Funds – Euro Corporate Bond. Para além de Tanguy Le Saout, também Vianney Hocquet, responsável de crédito europeu, é gestor do produto. O fundo tenta obter uma revalorização de capital a médio e longo prazo, investindo principalmente em crédito europeu investment grade. Até 10% do portfólio pode ser investido em dívida high yield e emergente como fontes de rentabilidade adicional. O seu índice de referência está composto 95% pelo índice BofA Merrill Lynch EMU Corp. Bonds Large Cap e 5% pelo índice BofA Merrill Lynch EMU Corp. Bonds Large Cap.

Pioneer Funds – Euro Corporate Short Term. É gerido pela equipa de obrigações europeias da entidade que para além de contar com a liderança do  responsável máximo de obrigações europeias (Tanguy Le Saout), conta ainda com a liderança de Richard Casey, senior credit portfolio.  A carteira é composta por duas partes: a parte principal que procura bater o mercado monetário investindo em dívida de curto prazo, enquanto que a parte ‘alfa’ procura gerar rentabilidades adicionais investindo em diferentes estratégias com baixa correlação. Exemplos destas estratégias alfa são as das taxas americanas, inflação, valor relativo ou divisas.

Pioneer Funds – Euroland Equity. Fundo de ações de empresas pertencentes à zona euro que tem como referência o índice MSCI EMU. É gerido por Fabio di Giansante. Trata-se de uma carteira concentrada em poucos valores (35-45). A sua filosofia é que mediante uma carteira suficientemente diversificada se pode controlar o risco sem sacrificar a rentabilidade. Cerca de 75% da carteira é composta por empresas de qualidade, subvalorizadas e com um horizonte de permanência a médio longo prazo, já que estimam que se vão comportar melhor do que o mercado durante o ciclo de investimento em que se fixa. Os 25% restantes são compostos por oportunidades de investimento que surjam como resultado da volatilidade do mercado com um horizonte de permanência na carteira mais a curto prazo (6-9 meses).

Pioneer Funds – European Potential. Fundo de ações small-mid caps europeu. Não tem estilo value ou growth, e trata-se de um stock picking puro. Gerido por Cristina Matti e Sergio Groppi desde 2001, procuram empresas com potencial de longo prazo que possam gerar crescimento em ciclos bear ou bull market. A carteira concentra entre 60-70 empresas.

Pioneer Funds – Strategic Income. Fundo de obrigações flexíveis que pode investir em qualquer tipo de ativos de obrigações a nível global e pretende reduzir a sensibilidade das subidas das taxas de juro. É gerido pela equipa de Estados Unidos e o gestor líder é Ken Taubes. Pode investir em dívida soberana, crédito, high yield, emergentes, ELB, convertíveis e loans sintéticos.

Pioneer Funds – U.S. Research. É um fundo diversificado que investe em ações americanas. Tem um histórico de mais de 16 anos e o seu objetivo é bater o mercado a médio e longo prazo. A seleção de emissões é feita pelos analistas do mercado de ações dos EUA da Pioneer Investments. Estes são especialistas por sectores e elegem as empresas de maior convicção através de uma detalhada análise ‘bottom up’. É gerido por John Peckam e Craig Sterling. O seu índice de referência é o S&P 500 e a carteira de aproximadamente 80 títulos mantém-se com uma exposição sectorial neutra face ao referido índice.

Pioneer Funds – U.S. Dollar Aggregate BondGerido por Kenneth J. Taubes e Charles Melchreit, este produto da Pioneer Investments investe, principalmente, num conjunto diverso de obrigações investment grade soberanas e corporativas, em dólares. A política do investimento permite alguma flexibilidade, nomeadamente, uma alocação de até 25% em títulos convertíveis, 20% a obrigações abaixo de investment grade e até 10% em equities. Adicionalmente, a gestão pode recorrer a produtos derivados, seja para cobertura de risco ou para uma gestão mais eficiente do portefólio. 

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido