Os fundos da Henderson com selo Funds People


Dos sete produtos com selo Funds People que a Henderson tem Portugal, dois agregam a classificação de Blockbuster e Consistente, um é favorito dos Analistas e Blockbuster, dois são Consistentes e os restantes dois ostentam apenas o selo Blockbuster. Incluído no primeiro grupo temos o Henderson Gartmore Continental European, gerido por John Bennet e Asim Rahman. O objetivo do fundo é conseguir uma rentabilidade a longo prazo, superior à normalmente obtida nos mercados de ações da Europa Continental, investindo num portefólio de ações da região. O fundo foi lançado em 2000.

Novamente gerido por John Bennet, o Henderson Horizon Pan European Alpha, o segundo com selo BC, cumpre este ano o seu décimo aniversário. É também um produto de ações europeias, focado em títulos líquidos e com o objetivo de atingir uma apreciação do capital a longo prazo com drawdowns mínimos. Neste sentido, a gestão presta elevada atenção à estrutura e ao perfil de risco do portefólio como um todo.

Favorito e Blockbuster

Ostentando ambas as classificações da Funds People, o Henderson Gartmore United Kingdom Absolute Return está a cargo de Luke Newman e Ben Wallace. Tem como objetivo uma rentabilidade absoluta a longo prazo independentemente das condições de mercado, mediante o investimento em posições longas e curtas em ações ou derivados de empresas britânicas, com preponderância de atividade no Reino Unido ou cotadas no mercado britânico. No entanto, a totalidade ou uma parte relevante dos ativos do fundo pode ser alocada a cash em qualquer momento. O fundo tem um track record de 11 anos.

Os Consistentes

Gerido por Michael Kerley e Sat Duhra, o fundo Henderson Horizon Asian Dividen Income é um produto que procura bater o seu benchmark através do investimento numa carteira de ações asiáticas com um enfoque no estilo value. Os títulos em carteira deverão oferecer perspectivas de dividendos acima da média, na opinião da gestão, e representam o capital de empresas bem capitalizadas, que oferecem exposição a tendências de crescimento estruturais na região Ásia-Pacífico. Faz este ano 10 anos de existência.

Lançado em julho de 1984, o Henderson Horizon Euroland, era anteriormente conhecido por New Star European Value Fund e é gerido atualmente por Nick Sheridan. Este fundo tem como objetivo obter uma valorização do capital a longo prazo, investindo pelo menos 75% dos ativos em ações de empresas domiciliadas ou com atividade predominante na Zona Euro.

Os Blockbuster

Pertencente à gama Horizon, em semelhança aos produtos previamente apresentados, o Henderson Horizon Euro Corporate Bond é comandado por Stephen Thariyan e Tom Ross. O objetivo passa por superar a rentabilidade do índice iBoxx Euro Corporates mediante o investimento em obrigações de empresas com grau de investimento denominadas em euros. O fundo pode também recorrer a estratégias como CDS, futuros sobre taxa de juro ou contratos forward de divisas. A estratégia tem um track record de quase sete anos (lançado em dezembro).

Tim Stevenson está encarregado da gestão do último produto da lista, o Henderson Horizon Pan European Equity. É um estratégia de ações pan-europeias lançada em 2001. O fundo tem uma inclinação para ações de empresas com um perfil growth e a gestão coloca bastante ênfase em critérios como a qualidade, consistência e fiabilidade. A performance advém do potencial de longo prazo dos ativos do fundo e não do momentum de curto prazo dos mercados.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas