Os dois factores que estão a afectar os mercados cambiais


Os mercados de divisas estão a ser afectados, segundo a J.P. Morgan Asset Management, por dois temas muito diferentes. Por um lado, as políticas monetárias pouco ortodoxas dos bancos centrais – que tentam estimular o crescimento dos respectivos países – não só reduziram as rendibilidades das obrigações mas também contribuíram para a debilidade das divisas (a impressão de mais dinheiro faz com que diminua o seu valor face a outras divisas). O anúncio de uma maior expansão quantitativa no Japão e a subida da meta de inflação para os 2% são responsáveis da recente queda da iene.

Por outro lado, os investidores estão a retirar fundos de divisas refúgio com rendibilidades baixas e a entrar em divisas com retornos mais altos. “Isto faz parte do processo de aumento de risco que estamos a observar ultimamente nos mercados financeiros e também explica a relativa força do euro, já qe os investidores voltaram a activos denonimados na moeda única europeia e venderam outros mais seguros como o dólar, o franco suiço ou a libra esterlina. A questão dos fundamentais como o crescimento relativo e as taxas de inflação não terem desaparecido estão na origem da debilidade da libra no início do ano”, asseguram os analistas da gestora norte-americana no último Market Insights.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido