Tags: Lançamentos | ETF |

Os cinco novos ETF da JP Morgan AM disponíveis no mercado português


O panorama nacional de ETF ganhou mais cinco produtos, todos eles com o cunho da JP Morgan Asset Management. A entidade assumiu o compromisso com os seus clientes de proporcionar uma oferta de produtos mais abrangente, tendo anunciado o lançamento de três estratégias de obrigações e duas de smart beta. O responsável europeu de distribuição da entidade, Olivier Paquier, afirma que esta oferta está assente nos “pontos fortes da J.P Morgan AM, que oferece um know-how especializado no investimento através de ETF”. Acrescenta, ainda, que, para a entidade, “um ETF faz parte da oferta, não sendo uma marca ou algo separado. Está totalmente inserido na estrutura de gestão de ativos”.

Com o objetivo de oferecer uma gama muito mais abrangente de diferentes abordagens de investimento nas várias classes de ativos, a entidade tem como objetivo o lançamento de mais 15 ETF ao longo do próximo ano e de 50 nos próximos três anos. Este é um segmento que tem vindo a atrair cada vez mais atenção por parte dos investidores europeus, que “aproveitam cada vez mais a liquidez, transparência e rentabilidade destes produtos para construir carteiras mais sólidas”, destaca o responsável.

Cinco estratégias inovadoras

Os cinco produtos agora disponíveis no mercado nacional são o JPM Managed Futures UCITS ETF; JPM Equity Long/Short UCITS ETF; JPM USD Ultra-Short Income UCITS ETF; JPM USD Sovereing Bond UCITS ETF; e JPM EUR Government Bond 1-3 years UCITS ETF.

Os dois primeiros produtos são estratégias de smart beta, assentes num processo bottom-up, quantitativo e sistemático, sendo que ambas têm um objetivo de rentabilidade de cash + 4% (bruto de comissões). Enquanto que o JPM Managed Futures UCITS ETF procura oferecer exposição a factores como o carry e o momentum através de ações, obrigações, divisas e commodities, o JPM Equity Long/Short UCITS ETF procura oferecer exposições longas e curtas a factores como value, quality e momentum de mercados acionistas de países desenvolvidos através de um veículo líquido e transparente.

Do lado das estratégias do segmento obrigacionista, o JPM ETFs (Ireland) ICAV – USD Ultra Short Income ETF é gerido pela equipa JP Morgan Global Liquidity Managed Reserves e tem como objetivo oferecer exposição a obrigações com maturidades bastante curtas e a instrumentos de dívida através de segmento desde obrigações corporativas investment-grande e dívida governamental. Não procura replicar um benchmark, tendo como objetivo uma duration do portfolio inferior a um ano.

As duas últimas estratégias são de réplica física. Assim, o JPMorgan ETFs (Ireland) ICAV – USD Emerging Markets Sovereign Bond UCITS ETF procura replicar o comportamento do índice criado recentemente – JPM Emerging Market Risk-Aware Bond Index – e oferece exposição a dívida soberana de mercados emergentes denominada em dólares. Já o JPMorgan ETFs (Ireland) ICAV – BetaBuilders Eur Govt Bond 1-3yr UCITS ETF tem como objetivo replicar o comportamento do JP Morgan EMU Government Bond 1-3 year Index e oferece exposição a obrigações denominadas em euros de dez países da zona euro. A sua gestão, por outro lado, tem como objetivo minimizar o tracking error.

Empresas

Notícias relacionadas