Ordens sobre instrumentos financeiros caem no mês de abril


Os mais recentes dados disponibilizados pela CMVM revelam que no mês de abril se registou uma queda no valor das ordens sobre instrumentos financeiros recebidas pelos intermediários de 33,4%. Depois de em março o valor se ter fixado nos 10.756 milhões de euros, no mês de abril ascendeu a apenas 7.168 milhões de euros. Apesar disso, face ao período homólogo observa-se um crescimento de 37,7%.

No que diz respeito aos segmentos, o que registou uma queda mais acentuada foi o sector dívida privada. Assim, no mês em questão registou-se um decréscimo de 40% nas ordens relativas a instrumentos financeiros de dívida privada, ascendendo a 2.177 milhões de euros. Do lado das ordens relativas a instrumentos financeiros de dívida pública e ações, a redução foi de 30% para 2.842,2 milhões, e de 28% para 1.532,4 milhões de euros, respetivamente.

Quanto às ordens executadas pelas gestoras residentes e não residentes, no mês de abril observou-se um recuo de 24,1% e de 38,3%, respetivamente.

Por sua vez, o panorama das ordens recebidas por tipo de valor mobiliário e investidor mantem-se igual ao do mês passado. Assim, os investidores não institucionais lideram nas transações em ações e, por outro lado, os investidores institucionais lideram nas ordens de instrumentos de dívida pública.

CMVM

Quanto aos principais destinos das ordens executadas sobre ações fora de Portugal, no mês de abril observou-se uma alteração dos três principais países. Desta forma, ao contrário do mês de março, Espanha, França e Alemanha são os eleitos, sendo que Espanha e Alemanha são os únicos que se mantiveram. O mesmo se observou nas ordens executadas sobre títulos de dívida, mantendo-se o Luxemburgo e Alemanha como países eleitos, grupo ao qual se juntou a França.

CMVM_3CMVM4

O valor das ordens sobre instrumentos financeiros derivados registou uma tendência semelhante aos restantes instrumentos, tendo recuado 32,8%. O número de contratos, por outro lado, registou uma tendência inversa, mantendo a tendência de crescimento do mês passado. Assim, no mês de abril o crescimento foi de 82,9%.

CMVM5CMVM6CMVM7

Nota: dados CMVM abril de 2017

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido