Tags: Negócio |

Ordens normalizadas de fundos aumentam na Irlanda e Luxemburgo


A estandardização de ordens de fundos recebidos por agentes de transferência nos centros transfronteiriças de fundos do Luxemburgo e Irlanda continua a aumentar. A Associação Europeia de Fundos e Gestão de Activos (Efama) registou um aumento de 6,2% das ordens de fundos no ano passado, feitas em conformidade com a norma ISO - ou padrões internacionais.

O relatório, publicado em cooperação com o banco SWIFT, responsável pela rede de transmissão de mensagens entre entidades financeiras, mostrou que a automação total - que inclui ordens automatizadas de fundos não-ISO - aumentou para 77,7% em 2012.

A taxa de automação ISO luxemburguesa subiu, no ano passado, para 56,5% e a taxa de automação total aumentou para 73,7%, mais 2,8% do que no quarto trimestre de 2011. No caso irlandês o total de automação subiu para 85,3% e o uso de normas ISO de mensagens aumentou 6,2%. Logo o processamento manual recuou 1,7% e a utilização do protocolo de transferência de arquivo proprietário caiu 4,5%.

Trinta e dois agentes de transferência na Irlanda e Luxemburgo, representando mais de 80% do total de contrapartes para recepção de ordens dos fundos de investimento em ambos os mercados, participaram desse inquérito.

A Efama e Swift têm uma campanha em curso para destacar o avanço da automação e estandardização de taxas sobre ordens transfronteiriças de fundos. Peter De Proft, director geral da Efama referiu que "É importante continuar os desenvolvimentos nesta direcção para aumentar a eficiência da indústria de fundos, reduzir o risco operacional e melhorar a qualidade de seus serviços”.

Notícias relacionadas

O Mais Lido