Tags: Negócio |

Montante em OICVM estrangeiros comercializados em Portugal chega aos 4 mil milhões


O montante em OICVM estrangeiros no mercado nacional voltou a aumentar. De acordo com o relatório trimestral de gestão de ativos publicado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o valor registou um aumento de 38,2% durante o ano de 2017, fixando-se nos 4.109,1 milhões de euros. Outro dos indicadores que também registou um aumento foi o número de OICVM comercializados. Foram, assim, disponibilizados, face a dezembro de 2016, mais 12 produtos de ADN não português, sendo agora comercializados um total de 127 OICVM estrangeiros.

Captura_de_ecra__2018-02-8__a_s_17

Fonte: CMVM, final de dezembro de 2017

Número de entidades manteve-se

O único indicador que não registou qualquer alteração foi o número de entidades comercializadoras destes veículos de investimento. Mantiveram-se, assim, as 16 entidades com OICVM estrangeiros na sua oferta, sendo que o Banco Best, Deutsche Bank AG e o BiG eram as entidades com maior número de fundos estrangeiros.

Captura_de_ecra__2018-02-8__a_s_17

Fonte: CMVM, final de dezembro de 2017

Quanto à maior quota de mercado, o Deutsche Bank AG surge em primeiro lugar, com 32,2% - resultantes de um montante total de ativos de 1.324,5 milhões de euros. Imediatamente a seguir terminou o Bankinter, com um montante de 628,7 milhões de euros, o que corresponde a uma quota de mercado de 16,6%. A fechar o top 3 das entidades surge o Banco Best, gerindo um volume total de ativos de 654,4 milhões de euros, apresentando, assim, uma quota de mercado de 15,9%. Das três entidades com maior quota de mercado, a única que obteve uma evolução positiva foi o Deutsche Bank AG, tendo aumentado 5,88% entre o final de 2016 e o final de 2017.

Captura_de_ecra__2018-02-8__a_s_17

Fonte: CMVM, final de dezembro de 2017

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido