Obrigações soberanas nacionais são um investimento interessante


A equipa de analistas da Deutsche Asset Management acredita que os títulos do governo português continuam a ser uma boa oportunidade de investimento. A equipa, no mais recente “Chart of the Week” da sua autoria, apontam que, ainda que “os títulos soberanos da Zona Euro sejam vistos como pouco interessantes enquanto classe de ativos, títulos com yields baixam podem, por vezes, produzir ganhos bastante interessantes”.

Numa breve contextualização, a equipa de analistas destaca a descida do rating dos títulos do governo português de investment grade para “lixo”, sendo que “os títulos refletiam a baixa qualidade, tendo sido, em alguns casos, cortados para metade”, adiantam. Por outro lado, a recuperação iniciada em 2012, depois da assistência financeira, “levou a que as finanças nacionais se equilibrassem, tornando o país competitivo de novo”, acrescentam. Por fim, “o famoso discurso do presidente Draghi – “custe o que custar” – convenceu, finalmente, os mercados que a moeda comum estava para ficar, levando a que os preços começassem a recuperar”, concluem.

As taxas de crescimento de Portugal situam-se nos 3%, “algo a que as agências de rating tiveram em atenção e, quando a Standard & Poor’s elevou o rating para BBB- (para investment grade, portanto), os mercados aplaudiram”, levando a que o preço dos títulos a dez anos aumentasse em 3 pontos.

Captura_de_ecra__2017-09-22__a_s_17

 

Empresas

Notícias relacionadas