Tags: Emergentes |

Obrigações brasileiras receberam 7 mil milhões de dólares do estrangeiro em Junho


O Banco Central Brasileiro informou esta terça-feira, dia 23, que as aplicações de investidores estrangeiros em obrigações no Brasil somaram 7,19 mil milhões de doláres, em junho deste ano. Este foi um valor que surpreendeu o Banco Central, que esperava que este valor só fosse obtido até ao final do ano.

A revisão aconteceu depois do governo ter posto a zeros o imposto sobre operações financeiras (IOF) para este tipo de aplicações. Até 4 de junho, quando a medida foi anunciada, a alíquota deste tributo estava nos 6%. No mês passado, o Ministério da Fazenda também anunciou a retirada do IOF para aplicações em derivativos.

“É razoável supor que, após a retirada do IOF [para aplicações de estrangeiros em obrigações], tenha ocorrido uma recomposição das carteiras entre as obrigações e as acções", disse Tulio Maciel, Chefe do Departamento Económico do Banco Central.

Em Julho, até ao dia 19, outros 1,74 mil milhões de dólares entraram no país para este tipo de aplicações.

No entanto, é de ressalvar que, ao mesmo tempo, os estrangeiros saíram da Bolsa de Valores em Junho. Segundo informações  da Autoridade Monetária, a retirada de recursos do mercado de acções brasileiro somou 3,68 mil milhões de dólares no mês passado. Até ao dia 19 de Julho, outros 172 mil milhões de euros saíram destas aplicações.

Notícias relacionadas