O verão começou positivo para a gestão de patrimónios


Dados divulgados pela APFIPP referente a entidades suas associadas mostram que o mês de julho foi positivo para a gestão de patrimónios, mas não para todas as entidades. Se no global, os montantes geridos por entidades associadas (representativas de 90,3% do total do mercado) cresceram 0,56% em julho – no valor de 328 milhões de euros-, a análise detalhada por entidade mostra que essa expansão não foi de todo uniforme.

De facto, a liderar o ranking de crescimento vemos a Dunas Capital, com 6,96%, muito embora esta expansão represente apenas cerca de 1 milhões de euros em termos absolutos, enquanto a Bankinter Gestão de Ativos – que recentemente passou a incluir os ativos anteriormente sob a alçada do banco Bankinter – cresceu 2,37% para os 527 milhões de euros. A Santander AM, com um crescimento de 1,87% e a Caixagest, com 0,96% são as duas grandes entidades que se seguem. Dada a sua dimensão foi esta última entidade que maior contributo teve em termos absolutos para o crescimento deste segmento de gestão de ativos.

No lado oposto, a Lynx Asset Managers e a Crédito Agrícola Gest perderam 5,31% e 1,56% dos seus ativos no mês de julho, respetivamente.

Captura_de_ecra__2018-08-29__a_s_17

Empresas

Notícias relacionadas